Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Sidrolandia

Presidente da Funai pede paciência aos caciques e confirma Henrique Dias para coordenador

Costa anunciou a retomada das negociações entre governo e proprietários dos 15 mil hectares reivindicados como parte da Reserva Indígena Buriti.

Flávio Paes/Região News

12 de Fevereiro de 2017 - 21:42

Ao participar no sábado da abertura do 7º Fórum de Caciques, que reuniu na Aldeia Tereré neste final de semana 34 lideranças terena e guarani-caiuá de Mato Grosso do Sul, o presidente nacional da Funai, Antônio Costa, pediu paciência e mostrou confiança de que as demandas das comunidades serão resolvidas.

Costa anunciou a retomada das negociações entre governo e proprietários dos 15 mil hectares reivindicados como parte da Reserva Indígena Buriti e confirmou a indicação de Henrique Dias, para a coordenação da Fundação Nacional do Índio de Campo Grande, que tem o respaldo dos caciques.

Entretanto a nomeação só deve sair até o dia 31 de março e até lá continuará o interino. Os dois nomes indicados anteriormente (Paulo Reis Junior e o coronel Renato Vidal Santana) não conseguiram assumir por causa da resistência das lideranças.

O presidente do Fórum dos Caciques, Juscelino Mamede, mostrou confiança na reestruturação da Funai, apesar das dificuldades orçamentárias, que limitam os recursos para assistência às comunidades. Além da questão fundiária (a ampliação das reservas), o maior anseio dos indígenas, segundo o cacique Jânio Reginaldo, da Aldeia Água Azul, de Dois Irmãos do Buriti, é assegurar apoio à produção agrícola, com fornecimento óleo diesel, sementes, além da manutenção dos tratores e implementos agrícolas.