Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Pressionado pela Assembleia, Cestari promete reavaliar despejos de assentados

O superintendente afirmou que fará uma nova análise da situação e que está ciente de que há irregularidades.

Cojuntura Online

09 de Outubro de 2013 - 13:39

O superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Celso Cestari, garantiu nesta quarta-feira (9) reavaliar os casos de pelo menos 20 das 60 famílias que foram despejadas de assentamentos em Mato Grosso do Sul.

A promessa foi feita após ele receber dos deputados Amarildo Cruz e Laerte Tetila (PT) e Mara Caseiro (PT do B), além dos vereadores Diuquéblea e Zezinho Mixirica (PT) e Valdeci, de Itaquiraí, um relatório  para que seja feita uma nova análise da situação das famílias em questão.

O superintendente afirmou que fará uma nova análise da situação e que está ciente de que há irregularidades. “As famílias foram retiradas dos assentamentos com autorização judicial, mas é claro que vamos reavaliar a situação, pois sabemos das irregularidades, mas sabemos também que há famílias que foram sorteadas”.

Para Amarildo Cruz, a reanálise desse relatório será muito importante.

“Não queremos que seja cometida injustiça com nenhuma família de assentados, por isso estamos acompanhando todo esse processo e esperamos que essa reanálise seja feita com bastante cautela”, pontuou. “Nesse relatório será possível uma reavaliação da situação dessas famílias que estão sendo despejadas. Sabemos que tem irregularidades, porém é preciso analisar a real situação para que seja resolvida sem que haja injustiças”, acrescentou.