Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 20 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Primeiro vereador indígena quer secretaria para atender as aldeias de Dourados

A reunião bastante proveitosa foi realizada no último sábado na Escola Municipal Tengatui Marangatu e contou com a presença de um bom número de pessoas.

Douradois Agora

01 de Janeiro de 2013 - 11:00

Antes mesmo de tomar posse neste 1º do ano, o vereador Aguilera de Souza (PSDC), promoveu um encontro com lideranças indígenas da Reserva Indígena de Dourados. A reunião bastante proveitosa foi realizada no último sábado na Escola Municipal Tengatui Marangatu e contou com a presença de um bom número de pessoas.

O ato convocado pelo primeiro vereador indígena da Aldeia de Dourados e também o primeiro eleito pela Democracia Cristã teve como alvo principal discutir propostas com os líderes, tendo por intuito alavancar melhorias visando beneficiar a maioria da população de mais de 13 mil índios das etnias guarani, caiuá e terena, residente no local.

"Nos encontros que mantive com secretários, deputados e o próprio prefeito Murilo, apresentei nossas prioridades e adiantei que não farei absolutamente nada sem antes conversar com vocês (lideranças), a partir de agora ninguém entra na nossa aldeia sem antes discutir conosco cada item. Inclusive o Murilo já me apresentou como prefeito da aldeia", diz Aguilera.

Durante a explanação, sugeriu inicialmente a possibilidade de se criar um Departamento Indígena e até mesmo uma Secretaria, para cuidar exclusivamente das ações relacionadas às causas desse povo que necessita de uma atenção especial em todos os setores.

"Estamos em processo de montagem de nossa equipe de trabalho, mas a partir de primeiro de janeiro, espero iniciar gestão junto aos órgãos responsáveis para juntos traçarmos um plano ousado, criativo e prático, para beneficiar nossa comunidade em áreas como educação, agricultura, esporte, assistência social, piscicultura, lazer e entretenimento", disse.

Para Aguilera é inadmissível mais de 38 tanques para criação de peixes parados na reserva. Ele disse que vai cobrar investimentos na infraestrutura da aldeia como estradas e até no saneamento básico, como esgoto e água tratada para todos.

"Não prometo mudanças mirabolantes, até porque estou chegando agora na Câmara, agradeço a cada um de vocês pela confiança e a direção do meu partido PSDC, mas uma coisa posso garantir, muito trabalho e transparência na nossa caminhada", enfatiza.

Aguilera também apresentou alguns nomes que vão compor sua equipe, como o chefe de gabinete, que será o professor Josias Aedo.