Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Proerd teve aula inaugural em Mundo Novo e Japorã

O programa também abrange a família, pois existem atividades para serem desenvolvidas em casa, envolvendo assim, os pais, irmãos e demais entes dos alunos.

Assessoria

20 de Agosto de 2013 - 09:25

Programa que tem feito grande sucesso em países de primeiro mundo, o Proerd, que tem caráter social e preventivo quanto ao uso de drogas lícitas e ilícitas e também a violência em suas diferentes faces,  tem sido posto em prática em vários estados brasileiros, por policiais militares devidamente selecionados e capacitados.

O Programa consiste em enviar uma vez por semana às salas de aulas do quinto e sétimo anos do Ensino Fundamental, um policial equipado com farda e arma, como se fosse fazer o serviço de atendimento a ocorrências, onde através de modernos métodos didáticos, ministra aula nas escolas de ensino público e privado.

Através do Livro do Estudante PROERD, os conteúdos são desenvolvidos de forma dinâmica em grupos cooperativos, onde nas aulas são realizadas atividades voltadas ao desenvolvimento das habilidades individuais para que a crianças e os jovens possam tomar suas decisões de forma consciente, segura e responsável.

O programa também abrange a família, pois existem atividades para serem desenvolvidas em casa, envolvendo assim, os pais, irmãos e demais entes dos alunos.

Através de uma parceria firmada entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Comando Geral da Polícia Militar, comando do 12º Batalhão da PM e comandos locais da PM de Mundo Novo e Japorã, além do apoio da Prefeitura Municipal de Japorã o programa está sendo implantado nos dois Municípios.

Mundo Novo teve sua aula inaugural na manhã de segunda-feira (12), na Escola estadual Marechal Rondon e no dia 19, o Programa foi lançado na escola Municipal José de Alencar, situada em Jacareí, distrito de Japorã.

Em Mundo Novo, o Proerd será ministrado aos alunos da Rede Estadual de Educação, enquanto que em Japorã, as aulas atingirão os jovens que frequentam tanto a rede estadual quanto a municipal de Ensino, incluindo escolas da Aldeia Indígena de Porto Lindo, perfazendo um público alvo de cerca de 700 alunos.

Dois cabos policiais militares, devidamente qualificados para a função serão monitores do Proerd, que ará abranger o combate e à prevenção à prática do bullying, que abrange todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, afirma.

Comandante do Décimo Segundo Batalhão da PM que tem jurisdição sobre os dois Municípios, o Major PM César Freitas destacou que “o Programa Educacional de Resistência às Drogas de Mato Grosso do Sul (Proerd/MS), tem o objetivo de levar o aluno a participação e interatividade nas discussões e no desenvolvimento de habilidades que os conduza a solução de problemas e dificuldades, ensinando procedimentos a adotar em situações de emergência ou quando ocorrem eventos inesperados, como também as primeiras noções de habilidades vitais essenciais, como dizer não e pedir ajuda, em especial, quando se tratar de assuntos pertinentes a drogas ou quaisquer outro evento que de alguma forma, que traga malefícios”.

A exemplo do ocorrido em Mundo Novo, várias famílias estiveram no lançamento do Programa em Japorã, que contou com a presença de autoridades civis como o prefeito Vanderlei Bispo, vereadores e autoridades militares de Mundo Novo, Japorã e região.