Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Professora vitima de bala perdida vai se submeter a cirurgia para retirar projétil

Em princípio descartaram o procedimento cirúrgico, temendo os riscos da cirurgia, mas acabaram revendo a posição por que o organismo de Marina não estar reagindo bem

Flávio Paes/Região News

05 de Janeiro de 2015 - 07:40

Deve ser submetida à cirurgia nesta segunda-feira, a professora educação física Marina Osmar de Souza, baleada na madrugada do último 01 de Janeiro na Avenida das Flores em uma aglomeração de jovens em frente ao CTG. Os médicos da Santa Casa, onde está internada, resolveram extrair o projétil que ficou alojado no corpo da professora depois de uma nova avaliação. Em princípio descartaram o procedimento cirúrgico, temendo os riscos da cirurgia, mas acabaram revendo a posição por que o organismo de Marina não estar reagindo bem.  

Marina foi vítima de um disparo de arma de fogo quando estava junto à amigos para comemorar a virada do ano na Avenida das Flores, proximidades do CTG (Centro de Tradições Gaúchas). A outra jovem, que também foi baleada na mesma noite, B.B.A de 16 anos teve alta depois de ser atendida no Hospital Elmiria Silvério Barbosa. Ele foi atingida de raspão no braço direito e na axila.