Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 26 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Professores se reuniram para a escolha dos livros didáticos para os próximos anos

Com esta convocação para a escolha dos livros, os professores determinaram os livros que serão utilizados nas praticas escolares até o ano de 2016.

Eliton Santos/Impacto News

01 de Agosto de 2013 - 14:38

Professores se reuniram para a escolha dos livros didáticos para os próximos anos

Todas as escolas municipais e estaduais do município de Deodápolis estiveram reunidas na manhã desta quinta (01/08) nas dependências da escola estadual 13 de maio onde no local foram apresentados e escolhidos os livros didáticos que serão utilizados pelos educadores nos próximos anos.

Segundo a Diretora Silvana, a escolha dos livros obedece a determinação do Ministério da educação que coloca a disposição dos educadores várias opções de livros para o desenvolvimento da educação no Brasil. Com esta convocação para a escolha dos livros, os professores determinaram os livros que serão utilizados nas praticas escolares até o ano de 2016.

“Temos que ter em mente que esta momento é de grande importância para o desenvolvimento das atividades educacionais que gera a qualidade de ensino aos nossos alunos e alunas. Por isso peço a todos coerência e sabedoria na escolha destes livros pois são eles que vão ditar o caminho a ser percorrido por nós educadores frente a educação de nossas crianças e adolescentes!” afirmou a mesma.

Na ocasião, esteve presente o Supervisor educacional de Deodápolis Celso Henrique de Moura. “Serão escolhidos os livros sempre com duas opções. A 2ª opção tem tanta importância quanto a primeira pois as escolhas passarão por fatores de disponibilidade nas editoras então em alguns casos a 2ª opção poderá ser a escolhida. Por isso façam suas escolhas da 1ª e 2ª opção sempre com o mesmo peso!” ressaltou Celso.

Os representantes das 6 escolas do município foram divididos em 4 salas por categoria de ensino. Sobre a importância dessa ação, Celso Henrique, Supervisor educacional de Deodápolis, explica que, durante o ano, os alunos podem migrar de um colégio para outro, por isso a escolha dos livros foi em conjunto com todas as escolas.