Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Programa habitacional beneficia economia de Nova Andradina

As faixas salariais menores têm prioridades, assim como a antiguidade e o número de filhos

Conjuntura Online

20 de Julho de 2010 - 14:02

O Programa “Casa para todos”, concebido e executado pelo Prefeito Gilberto Garcia (PMDB), vem sendo destacado como um dos mais eficientes dos últimos tempos, contemplando exatamente as faixas salariais que jamais haviam sido beneficiadas por outros programas habitacionais.

Os servidores municipais, estaduais e federais são categorias que, pela natureza da sua profissão e pelos salários que percebem, sempre estavam acima das faixas de remuneração.

Por isso, o Prefeito Gilberto , quando ainda na gestão passada, ocupava o cargo de Secretário de Governo, solicitou ao então Prefeito Roberto Hashioka, que adquirisse uma área de terras (20 alqueires), para que ali fosse criado o “Núcleo Habitacional do Servidor”.

Eleito Prefeito, em 2008, deu início aos estudos e formalizou projetos que foram aprovados pela Câmara Municipal, oportunizando a doação dos terrenos aos servidores públicos, para que construíssem suas casas próprias.

Após a tramitação legal, as leis foram aprovadas e sancionadas e este ano, o Prefeito iniciou a doação dos 378 terrenos, destinando 30 para os servidores federais, 70 para os estaduais e 248 para os municipais. 

Os critérios de seleção dos beneficiados foram inseridos na lei, sendo necessária a residência em Nova Andradina, trabalhar na cidade e ser servidor efetivo. As faixas salariais menores têm prioridades, assim como a antiguidade e o número de filhos.

Por isso, tem sido fácil exercer o direito de ganhar o terreno. “Em Nova Andradina, um terreno por menor que seja, e em qualquer localização, não vale menos que R$ 20 mil”, explica o Presidente da Câmara, Adriano Palopoli.

Para o Presidente, a iniciativa do Prefeito, além de ser pioneira, também é extremamente saudável para a economia do Município. “gera renda com o fomento da construção civil e oferece ampliação de vagas de trabalho”, afirma ele. 

O financiamento bancário para a construção do imóvel, exige uma garantia, que a Prefeitura permite que seja o próprio terreno, ao oferecer a escritura definitiva do lote.

Por isso, o prefeito esclareceu que “aqueles que quiserem, basta nos comprovar a possibilidade do financiamento, que lhes asseguramos a escrituração do terreno”.

Ao que tudo indica, o loteamento será um dos bairros mais modernos de Nova Andradina, pois com a expansão que o Prefeito já admitiu, serão 1000 residências, para as quais já se prevê a infraestrutura total, com água, energia, possibilidade de pavimentação e todos os demais benefícios.

Gilberto explicou que serão colocados à venda, por licitação, terrenos para fins comerciais, e também ali serão construídas praças, postos de saúde, escolas e tudo o mais que for necessário para beneficiar as famílias que ali residirão.

“Os servidores que, por ventura, não estejam sendo contemplados nesta primeira etapa, podem ficar tranqüilos que estamos providenciando a expansão, para que todos possam ter a sua casa própria”, lembrou ele, informando ainda que “o concurso da Câmara Municipal, através de todos os vereadores, tem sido fundamental, aprovando os projetos de maneira simples e sem muita burocracia.

Agora estamos estudando junto com os Vereadores, uma forma legal de reduzir ou eliminar alguns impostos municipais que incidem sobre as construções, para facilitar ainda mais a concretização deste projeto”, afirmou ele.

Para melhorar ainda mais, o Prefeito informou que vai solicitar ao Governador, que promova a pavimentação do loteamento. 

A Primeira Dama Joana DArc, uma entusiasta do programa, esteve acompanhando o Prefeito, na assinatura dos contratos, assim como a Secretária Elizabeth Nogueira e os Vereadores Glauco Lourenço, Dr. Sandro Hoici, Zé Bugre, Magrelo Brambila, Márcio Costa, Antônio Tomaz, Marião, e o Presidente Adriano Palopoli.

Para a próxima semana, estarão sendo entregues terrenos para novos servidores, desta feita, os municipais. De acordo com Gilberto Garcia, 60 deles receberão junto com o terreno a própria casa, aproveitando um programa do Governo Federal intitulado “Minha Casa, Minha Vida”, para contemplar servidores que recebem salários bem menores, e que, portanto, não têm capacidade de endividamento através do financiamento imobiliário.

Os demais seguirão as mesmas normas e critérios adotados pelos estaduais e federais, observou o Prefeito.

Pelo ineditismo, pela forma simplificada de beneficiar pessoas da comunidade, e pelos resultados obtidos, o Programa realmente, está sendo considerado um dos mais brilhantes já concebidos e executados no Estado.