Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Projeto social de Karatê realizou sorteio de brindes aos Karatekas

O empresário Clédio Santiani, coordenador do projeto buscou através de seus parceiros arrecadarem prêmios para sortear entre os participantes

Franciane Trindade/Região News

04 de Fevereiro de 2011 - 14:26

Projeto social de Karatê realizou sorteio de brindes aos Karatekas
Projeto social de Karat - Foto: Marcos Tom

O Projeto Social de Karatê “Formando Vencedores” do Bairro Cascatinha realizou na manhã desta sexta-feira (04) sorteio de brindes as crianças que integram no grupo no período matutino. O empresário Clédio Santiani, coordenador do projeto buscou através de seus parceiros arrecadarem prêmios para sortear entre os participantes.

De maneira descontraída todas foram presenteadas com uma lembrançinha. O objetivo é incentivar as crianças a participar e freqüentar o projeto, no intuito de tirá-las da rua, criar oportunidade para o desenvolvimento pessoal e colaborar no crescimento das mesmas.

O Projeto Social Formando Vencedores é de iniciativa de empresas privadas, tendo como padrinhos a Pastoral da Criança, sendo representada pela Paróquia Nossa Senhora da Abadia, Imobiliárias Santiani e Financial.

O Projeto foi criado para atender às crianças carentes dos Bairros Jardim Petrópolis, Cascatinha I e Cascatinha II. As aulas são ministrada no salão comunitário do Cascatinha,  os alunos são treinados pelo professor Vilson Rios que é 3º DAM – Estilo Wado Ryu.

“Pretendemos colaborar para melhor no desenvolvimento dessas crianças através da prática do Karatê, esporte que ensina disciplina, defesa pessoal e ética na convivência humana” disse o professor.

O coordenador do Projeto Social Clédio Santiani pretende estender para outras comunidades tal projeto, tendo em vista que o mesmo oferece aos jovens inúmeros benefícios como ocupação e contato direto com o esporte, atualmente o projeto atende mais de 100 crianças.

“O projeto Formando Vencedores aposta na formação dessas crianças e adolescentes, para que possam por seus próprios esforços, lutar por melhor qualidade de vida e conquistar a cidadania” ressalta Clédio Santiani.