Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Projeto visa levar sustentabilidade às indústrias cerâmicas do MS

A iniciativa visa atender no período de três anos 600 empresas no país; no MS, a expectativa é reunir ao menos 20 indústrias cerâmicas.

Assessoria

11 de Julho de 2013 - 15:42

O projeto “Cerâmica Sustentável é Mais Vida”, desenvolvido pelo Sebrae e a Anicer (Associação Nacional da Indústria Cerâmica), foi apresentado nesta quinta-feira, 11 de julho, na sede da entidade de apoio às micro e pequenas empresas em Campo Grande, a produtores de cerâmica vermelha da Capital e interior do Mato Grosso do Sul.

Maristela França, diretora de operações do Sebrae no estado, destaca as soluções que a instituição tem desenvolvido para garantir a sustentabilidade e chama a atenção para todo o contexto que o termo engloba. “Ser sustentável não só vem em benefício ao meio ambiente, como também ao desenvolvimento pessoal do empresário”, destaca.

O assessor técnico da Anicer, Vagner Oliveira, reforça o ponto de vista. “Queremos inserir nestas empresas também o conceito de sustentabilidade econômica, responsável pela sobrevivência na atividade, e social”, diz.

Para Luiz Cláudio Fornari, conselheiro do Sebrae e que esteve representando o Sindicer/MS (Sindicato das Indústrias Cerâmicas do Mato Grosso do Sul), há a necessidade de todos entenderem a importância do associativismo e se adequarem às normas técnicas e padrões de qualidade nacionais.

“Temos a responsabilidade sobre os produtos colocados no mercado, principalmente para que não haja problemas na construção civil relacionados a este tipo de matéria prima”, ressalta Fornari.

A iniciativa visa atender no período de três anos 600 empresas no país; no MS, a expectativa é reunir ao menos 20 indústrias cerâmicas. Serão aplicadas consultorias de inovação tecnológica, eficiência energética, tratamento de resíduos sólidos, biomassa, geração de crédito de carbono e qualificação dos produtos. As vagas para cada uma são limitadas.

De acordo com informações do Sindicer/MS, existem hoje no estado aproximadamente 130 empresas atuantes no setor. Somente no polo cerâmico que compreende três municípios da região norte (Rio Verde, Coxim e São Gabriel do Oeste), estão instaladas indústrias que, juntas, correspondem a 41% da produção mensal de blocos cerâmicos, 100% das lajotas rústicas e 2% das telhas produzidos no Estado. Os interessados podem entrar em contato com a Central de Relacionamento do Sebrae pelo telefone 0800 570 0800.