Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 15 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Proprietário rural é multado em R$ 10 mil por erosões em sua fazenda

A área de preservação permanente, que são as matas ciliares do córrego foi afetada em 1,07 hectares

Midiamax

08 de Abril de 2011 - 07:49

A Polícia Militar Ambiental de Bataguassu, multou em R$ 10.000 um proprietário rural, na tarde de quinta-feira (07), por erosão em sua fazenda.

Na Fazenda Pureza, de propriedade do pecuarista, foram encontrados vários processos erosivos e voçorocas, com afloramento do lençol freático, afetando uma área de nascentes, que transportava areia e outros sedimentos diretamente ao leito do córrego Indaiá, causando assoreamento. A área de preservação permanente, que são as matas ciliares do córrego foi afetada em 1,07 hectares.

Os processos erosivos na Fazenda Pureza teriam surgido, em razão da falta de conservação do solo, que é obrigatória pela legislação nas intervenções feitas para a produção em propriedades rurais. Os policiais perceberam total desprezo com a conservação do solo.

A PMA determinou a interdição da área, para proteção e recuperação, com proibição de atividades agrícolas e pecuárias. O pecuarista também foi autuado administrativamente, sendo multado em R$ 10.000 e ainda foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada (PRAD) junto aos órgãos ambientais, no prazo máximo de 30 dias. (Com informações da PMA)