Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Quatro acusados participaram da morte de índia em Caarapó

Segundo informações da Polícia, os outros dois menores, de 15 e 16 anos, assistiram tudo ingerindo bebida alcoólica e fazendo uso de entorpecentes

Conjuntura Online

24 de Dezembro de 2010 - 07:12

O delegado de Polícia Civil de Caarapó, Luís Augusto Milani, concluiu que o menor C.B. de 16 anos foi quem estuprou, asfixiou, agrediu e matou a índia Luzimara Almeida Martins, de apenas 8 anos, com auxilio da própria tia da vítima, de 17 anos. Luís Augusto chegou a esta conclusão após ouvir os acusados.

Segundo informações da Polícia, os outros dois menores, de 15 e 16 anos, assistiram tudo ingerindo bebida alcoólica e fazendo uso de entorpecentes.
 
Conforme depoimento dos acusados, Luzimara teria saído de casa por volta das 8h em companhia da tia e de um primo para irem a uma lagoa tomar banho. Eles teriam combinado com outros dois menores de se encontrarem no local. Lá, os adolescentes passaram a ingerir bebida alcoólica e a fazer uso de drogas, até que C.B., com auxilio da tia da vítima, passou a abusar sexualmente de Luzimara e em seguida veio a matá-la, desferindo um golpe com uma barra de ferro na cabeça da criança, que antes já havia sido asfixiada.
 
Depois do crime, os quatro acusados deixaram o local e disseram a familiares da criança que ela havia morrido afogada. Após a perícia técnica concluir que se tratava de um homicídio, eles foram presos pela Polícia Civil com auxilio de lideranças indígenas.
 
Os três menores do sexo masculino estão recolhidos na Cadeia Pública de Caarapó e a tia da vítima foi encaminhada para Unei em Dourados.