Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 18 de Julho de 2024

Sidrolandia

Real diz confiar na inocência de Benzema em caso de prostituição

Benzema terá o respaldo do Real Madrid até as "últimas circunstâncias", conforme informou diretor

Terra

21 de Julho de 2010 - 11:00

Um dia após anunciar que não se manifestaria sobre o envolvimento de Karim Benzema em um escândalo de prostituição, o Real Madrid voltou atrás na decisão. Nesta quarta-feira, o diretor geral do clube, Jorge Valdano, defendeu o atacante e disse confiar na "inocência" do jogador.

Na terça-feira, a Justiça da França determinou a abertura de uma investigação criminal formal sobre ele e Franck Ribery, suspeitos de terem feito sexo com uma prostituta que na época era menor de idade, Zahia Dehar.

Pelas leis francesas, sexo pago com menores de 18 anos é crime, com pena de três anos de cadeia e multa de 45 mil euros (mais de R$ 100 mil).

Em meio à polêmica, Valdano assinalou que o Real Madrid está "tranquilo e confiante", visto que o próprio jogador "se sente inocente e tentará demonstrá-lo nas instâncias judiciais". Assim, apontou que o clube respaldará o atacante, 21 anos, "até as últimas consequências".

Na terça, Benzema nem treinou com a equipe - oficialmente para resolver "problemas pessoais". Nesta quarta, ele voltará aos trabalhos normais ao lado dos companheiros, segundo informou o dirigente.