Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 17 de Maio de 2022

Sidrolandia

Repasses da União para rodovias federais estão cada vez menores

De janeiro a até este mês, a superintendência do DNIT/MS (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) investiu R$ 6,125 milhões para tapar buracos

Correio do Estado

26 de Outubro de 2015 - 10:30

Pelo segundo ano consecutivo, o abandono das rodovias federais de Mato Grosso do Sul vai persistir pelo mesmo motivo: a falta de recursos da União para manutenção.

De janeiro a até este mês, a superintendência do DNIT/MS (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) investiu R$ 6,125 milhões para tapar buracos ou recuperar trechos nos 3.007 quilômetros das estradas federais de MS,  de acordo com o Portal da Transparência, da Controladoria  Geral da União (CGU).

O valor representa apenas 3% do total utilizado para a mesma finalidade em 2013, quando foram aplicados R$ 179,573 milhões na manutenção de rodovias federais no Estado. Em 2012, o valor foi de R$ 105,738 milhões.

Em relação ao ano passado, quando as rodovias federais receberam R$ 24,229 milhões para manutenção, os R$ 6,125 milhões aplicados até agora - a dois meses para acabar o ano - representam somente 25% do que foi investido.