Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Sidrolandia

Repatriação de recursos vai render R$ 62 milhões aos municípios de MS

O maior valor será repassado para Campo Grande, que receberá R$ 7,1 milhões nos próximos dias.

Campo Grande News

22 de Dezembro de 2016 - 10:12

Mato Grosso do Sul recebe ainda esse mês, R$ 62 milhões líquidos referentes a multa da repatriação. O montante será distribuído entre os 79 municípios e a previsão do governo Federal, é de que caia na conta das prefeituras entre os dias 30 e 31 de dezembro.

Segundo dados da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), 12 municípios de MS receberam valores acima de R$ 1 milhão, o que deve aliviar o caixa e garantir o pagamento de servidores, como 13° e salário referente ao mês de dezembro.

O maior valor será repassado para Campo Grande, que receberá R$ 7,1 milhões nos próximos dias. Do montante já é excluído o repasse destinado ao Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e corresponde ao valor líquido.

Dourados, a segunda maior cidade de MS, receberá R$ 3,2 milhões enquanto Corumbá e Três Lagoas vão receber R$ 1,9 milhão cada. O menor valor repassado a MS será de R$ 389 mil, que vai beneficiar 27 prefeituras.

O recurso é um alívio para prefeitos que não sabiam como arcar com o compromissos de fim de ano, e vai garantir o pagamento de 13° e salário de dezembro em muitos casos. A Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) estima que só 35% dos prefeitos pagarão até o 5º dia útil de janeiro o salário dos funcionários públicos referentes ao mês de dezembro.
Em alguns casos, os gestores podem não conseguir deixar dinheiro em caixa e, reeleitos ou não, preveem usar receitas dos dez primeiros dias de 2017 para esse fim.