Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 17 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Sanesul libera recursos para atender plano de investimento de 24 municípios

São aproximadamente R$ 16,6 milhões para obras dos SAA e mais de R$ 22,8 milhões, para serem investidos nos SES

Noticias MS

05 de Abril de 2011 - 16:11

O diretor-presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, autorizou a liberação de mais de R$ 39,4 milhões de recursos próprios para atender os planos de investimento de 24 municípios que renovaram a concessão com a empresa. Os recursos serão empregados na ampliação e melhoria dos sistemas de abastecimentos de água (SAA)  e dos sistemas de esgotamento sanitários (SES) dessas cidades.

São aproximadamente R$ 16,6 milhões para obras dos SAA e mais de R$ 22,8 milhões, para serem investidos nos SES. As cidades contempladas renovaram seus contratos de concessão com a Sanesul nos últimos quatro anos e aprovaram, junto à empresa, seus planos de investimento, os quais estão sendo atendidos pela Sanesul.

Dentre os municípios que irão receber os investimentos, estão Anastácio, Camapuã, Nioaque, Paranaíba, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Terenos, Jardim, Bodoquena, Sidrolândia, Rio Brilhante, Chapadão do Sul e Rio Verde, entre outros.

Para o diretor-presidente da Sanesul, trata-se, não apenas de atender o que foi acordado nos planos de investimento, mas também de comprovar, mais uma vez, o comprometimento da empresa com o saneamento básico.

“Desde o início desta administração, a Sanesul está agindo de forma séria e austera para ampliar a capacidade de atendimento no Estado. Já conseguimos grandes conquistas, haja vista que esta é a primeira vez que se aplicou um montante de R$ 420 milhões no saneamento público. No entanto, não é suficiente e estamos fazendo o possível para melhorar ainda mais as condições de vida da nossa população”, aponta.

José Carlos ressalta que os investimentos próprios só foram possíveis devido à situação econômico-financeira da empresa, que opera com saldo positivo desde o início de sua gestão. “Mas é preciso agir com responsabilidade. Não podemos pensar em um ou dois anos, mas em uma Sanesul para a vida toda, que tem que cumprir tudo o que foi estabelecido nos contratos de concessão que assinamos por mais 30 anos. Para isso acontecer, temos que agir de forma responsável com relação às finanças da empresa, atender bem os nossos clientes e ter bom gerenciamento”.

O presidente da Sanesul lembra ainda o apoio do governo do Estado e das bancadas estadual e federal, que enxergam o saneamento público como um investimento em longo prazo para a população. “O entrosamento entre a Sanesul, o governo e os deputados é fundamental para a sustentabilidade e o crescimento de Mato Grosso do Sul. Quando se trabalha em união, as coisas acontecem mais rapidamente e o resultado é melhor. E hoje todos sabem que melhorar a qualidade da água e do esgoto é investir em saúde pública”.

Os pacotes técnicos das obras estão sendo desenvolvidos pela equipe de engenharia da empresa. Depois, serão encaminhados para licitação e, em seguida, para liberação da execução das obras.