Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 28 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Saúde confirma em MS 38 casos de H1N1 e 25 de H3N2; 4 morreram

Segundo a secretaria, já são 447 casos suspeitos da doença em Mato Grosso do Sul, sendo 225 deles somente em Campo Grande.

Dourados Agora

27 de Julho de 2013 - 10:10

Boletim divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde, mostra que em Mato Grosso do Sul 38 pessoas contraíram o H1N1 e outras 25 o H3N2. Quatro pessoas já morreram, duas para cada doença.

Em todo o Estado outras 12 mortes estão em investigação: 4 residentes de Campo Grande, 1 de Bandeirantes, 2 de Coxim, 1 de Nova Andradina, 1 de Ribas do Rio Pardo, 1 de Rio Brilhante, 1 de Sidrolândia e 1 de Tacuru.

Segundo a secretaria, já são 447 casos suspeitos da doença em Mato Grosso do Sul, sendo 225 deles somente em Campo Grande. As quatro mortes confirmadas pela doença são de moradores de Campo Grande.

H1N1 – Esse vírus causou uma pandemia mundial no ano de 2009. Os vírus do tipo A tem grande capacidade de mutação genética, podendo gerar surtos em nível mundial.

H3N2 – Influenza A sazonal H3N2. Não provoca pandemias. O número de casos é esperado para a época de sazonalidade, que no Brasil é no inverno.

Vacina contra gripe 2013 – Proporciona proteção contra os três principais vírus que circularam no inverno, como Influenza A H1N1 (pandêmica 2009), Influenza A sazonal H3N2 e Influenza B sazonal.

Prevenção - Os cuidados são os mesmos. É preciso ter atenção redobrada com higienização, lavar sempre as mãos e se apresentar algum sintoma como febre, dor de cabeça ou dor no corpo, deve procurar um médico.