Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Saúde diz que vítima de gripe suína foi atendida em Nova Alvorada do Sul

A confirmação de que a causa da sua morte foi gripe suína ainda dependerá do resultado de exames laboratoriais.

Flávio Paes/Região News

20 de Julho de 2013 - 10:51

O homem que morreu na quarta-feira, com sintomas de gripe suína, identificado apenas como Làzaro, trabalhava num lote no Assentamento Alambari localizado na divisa com Nova Alvorada do Sul e o distrito de Anhanduí (município de Campo Grande) e morava em Nova Alvorada.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde ele tinha 64 anos, era fumante, hipertenso, com problemas pulmonares, mas não há nenhum registro de sua passagem por postos de saúde ou pelo Hospital Elmiria Barbosa Silvério.

A confirmação de que a causa da sua morte foi gripe suína ainda dependerá do resultado de exames laboratoriais. Conforme a Vigilância Epidemiológica da Saúde Municipal, ele não tinha vínculo com a cidade, mas como trabalhava num assentamento que fica no município, a notificação do seu caso foi registrada como de Sidrolândia. 

Ele morava em Nova Alvorada do Sul e um casal dono de lotes no Alambari, o contratou para ficar na área enquanto trabalha na cidade durante a semana. Acaba enterrado como indigente porque não foi localizado nenhum parente, mesmo após divulgação da sua morte pela rádio da cidade.