Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Secretária diz que hospital terá suporte para atender demanda da madrugada

Segundo ela durante a madrugada, conforme levantamento feito em julho, menos de dois pacientes procuram o posto durante o período em que foi fechado.

Flávio Paes/Região News

04 de Setembro de 2013 - 08:16

A secretária municipal de Saúde, Leila Couto, que foi sabatinada na tarde desta terça-feira pelo Conselho Municipal de Saúde, garante que a população não ficará desassistida em função do fechamento da Unidade Central entre meia-noite e seis horas da manhã. O Conselho se recusou dar aval para a medida que foi adotada sem uma consulta prévia ao colegiado integrada por representantes dos usuários e trabalhadores do Sistema Único de Saúde. 

“Mantivemos reunião com o presidente do hospital para que não haja comprometimento da qualidade no atendimento”, garante a secretária. Segundo ela durante a madrugada, conforme levantamento feito em julho, menos de dois pacientes procuram o posto durante o período em que a unidade central está fechada.

Até o próximo dia 20 será definida a nova estrutura da urgência e emergência em Sidrolândia durante a madrugada. Uma das possibilidades em estudo é deslocar o médico plantonista que atuava no posto central para atender durante a madrugada no Hospital Elmiria Silvério Barbosa e reforçar o atendimento nos dias em que houver encaminhamento de pacientes na vaga zero para Campo Grande. Hoje nestas situações em que o médico é obrigado a acompanhar o doente na ambulância, o  hospital fica desguarnecido.