Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 26 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Secretário de Segurança rebate críticas sobre ação de PM que matou dois

Campo Grande News

19 de Setembro de 2013 - 16:45

Diante da polêmica gerada com a reação de entidades de Direitos Humanos após a afirmação do governador André Puccinelli de que o sargento Evanildo Gomes será promovido, o Secretário de Segurança, Wantuir Jacini, afirma que o policial agiu conforme treinamento.

Evanildo matou dois bandidos durante um assalto a uma Casa Lotérica no último dia 11, no bairro Parati. Após os elogios e a notícia da promoção do sargento, entidades ligadas aos Direitos Humanos enviaram carta de repúdio ao caso.

Para Jacini, no entanto, a ação do policial foi legítima e as críticas são infundadas. “O policial agiu dentro das instruções que os policiais recebem na academia. Ele foi preservar a própria vida e as dos clientes da lotérica. Ele é treinado para agir nesse tipo de ocorrência e, portanto, teria condições de efetuar os disparos”, afirma o secretário.

O secretário disse ainda que não há carta de repúdio ou críticas quando os policiais são as vítimas. Sobre a promoção, Jacini diz que não há confirmação, mas como houve anúncio do governador, a mudança de patente deve ocorrer.

Na manhã desta quinta-feira (19), Evanildo foi protagonista de uma homenagem que contou com o comandante da PM, Coronel Carlos Alberto Davi dos Santos e o promotor de Justiça Sérgio Harfouche.

O sargento disse que entre o anúncio do assalto e a reação foram poucos segundos. “Eu levei de 30 segundos a 1 minuto para decidir reagir”, afirma. Sobre a fama repentina após a repercussão da ação, Evanildo diz que muitos o parabenizam.

Assalto - Os dois bandidos chegaram a Lotérica Parati por volta das 15h40 de ontem e anunciaram o assalto. Enquanto um pegava o dinheiro nos caixas, o outro ficou vigiando sete pessoas na fila, entre as quais estava o sargento Evanildo Gomes.

O sargento esperou o momento certo e atirou no primeiro bandido. Em seguida, o outro revidou, mas foi alvejado pelo tiro certeiro do policial.