Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 26 de Maio de 2022

Sidrolandia

Sem receber, empresa contratada por associação universitária deixa alunos sem transporte

A Monte Sião é a terceira empresa a assumir o transporte desde que o serviço passou a ser gerenciado pela Associação dos Estudantes Campesinos

Flávio Paes/Região News

02 de Novembro de 2015 - 10:00

O transporte para Campo Grande e Maracaju dos estudantes universitários de Sidrolândia está ameaçado novamente por causa do atraso no pagamento a empresa responsável pelo serviço. Na última sexta-feira (30), a Monte Sião não colocou os ônibus para levar os universitários que foram transportados em veículos da Oliveira Tur e cinco ônibus da Vacaria que só forneceu os veículos mediante o pagamento a vista.

A Monte Sião é a terceira empresa a assumir o transporte desde que o serviço passou a ser gerenciado pela Associação dos Estudantes Campesinos. A Guimarães Transporte e a Seriema Transporte estão cobrando na Justiça o recebimento de quase R$ 700 mil em pagamentos atrasados.

A Seriema, como não tinha contratos com o associação, está cobrando judicialmente em torno de R$ 445 mil de 530 estudantes, referente aos meses de outubro, novembro e metade de dezembro do ano passado.

A Guimarães Transporte, responsável pelo serviço até maio, está cobrando da entidade aproximadamente R$ 252 mil; parcelas dos meses de abril e maio, referentes à subvenção que a Prefeitura custeia integralmente para 458 alunos e subsidia 50% do transporte de 35 estudantes.

“Nossos advogados não conseguem notificar a presidente a Associação", afirma o dono da empresa, Paulo Guimarães. Ele suspeita que um funcionário do Fórum (que é estudante e usa o transporte), avise a dirigente Maria Nazareth quando o oficial de justiça em diligência sai para notificá-la. "Acredito que por isto ela não é encontrada", denuncia.