Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Senai acerta qualificação de 950 pessoas em Nova Alvorada

A ação de capacitação profissional faz parte de uma parceria com a ETH Bioenergia no âmbito do Programa Energia Social

Daniel Pedra/Região News

14 de Dezembro de 2010 - 08:53

Senai acerta qualificação de 950 pessoas em Nova Alvorada
Senai acerta qualifica - Foto: Daniel Pedra/Regi

No âmbito do Programa Energia Social, o Cetec Senai Dourados iniciou, em parceria com a ETH Bioenergia, um trabalho de qualificação de 950 pessoas em Nova Alvorada/> do Sul para atender a demanda da usina. Segundo o gerente do Cetec Senai Dourados, Gilberto Schaedler, que também responde pela Agência de Formação Profissional do Senai em Nova Alvorada/> do Sul, a expectativa é concluir a capacitação até abril de 2011 em pelo menos dez cursos.

“O trabalho está sendo feito em três etapas, sendo que já iniciamos a primeira com 400 pessoas, a segunda etapa do trabalho começa em janeiro de 2011 e a última em março de 2011 para ser concluída em abril”, detalhou Gilberto Schaedler, informando que os cursos oferecidos são os de mantenedor de tratores agrícolas, motorista de transbordo, monitor de visitação pública, interesse ambiental, mecânico de manutenção de máquinas agrícolas, mecânico de manutenção de máquinas industriais, caldeireiro, eletricista industrial, informática básica e pedreiro sustentável.

A supervisora de educação e tecnologia do Cetec Senai Dourados, Ariane Cunha, detalhou que os cursos têm cargas horárias que variam de 230 horas a 390 horas e são realizados em meio período, três vezes por semana. “Esse é um trabalho que visa o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida da população, por meio da qualificação profissional”, pontuou.

De acordo com o responsável por pessoas e sustentabilidade da ETH Bionergia, Luiz Pereira de Araújo Filho, o trabalho em parceria com o Senai visa contribuir com a melhoria da qualidade de vida da comunidade onde o pólo da empresa está instalado. “A ETH prevê que na próxima safra sejam necessários 860 operadores de máquinas e motores elétricos, mais 205 para atuar em áreas como mecânica automotiva, solda, lubrificante e 40 líderes de frentes agrícolas, responsáveis por coordenar operação de plantio e colheita”, enumerou.

Ele disse ainda que há vagas na unidade da empresa em Nova Alvorada/> do Sul que estão sendo preenchidas de acordo com a necessidade. “Desde a criação da ETH Bioenergia, envolvemos o Senai porque temos necessidade de pessoas qualificadas. Por isso, montamos uma espécie de grade do que seria o treinamento necessário e o Senai nos atende, trazendo a sua expertise em qualificação profissional”, explicou, completando que o Programa Energia Social, desenvolvido pela ETH Binergia, tem o intuito de preparar a comunidade para discutir problemas prioritários na área de educação, saúde, segurança, meio ambiente, atividade produtiva e cultura.

“Nós criamos comitês temáticos formados por pessoas da comunidade, representantes da prefeitura e profissionais da unidade. Esses comitês discutem a demanda da cidade e levado ao comitê consultivo, do qual participam o prefeito, secretarias, ETH e comunidade a partir daí os membros definem o que fazer de forma alinhada ao interesse da comunidade”, explicou Luiz Filho, ressaltando que a gestão da empresa entende que a indústria integra a comunidade e por isso a importância de intervir no local gerando bem-estar para a população.