Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 22 de Julho de 2024

Sidrolandia

Serra reclama de atraso na preparação do Brasil para Copa-2014

O candidato do PSDB apoiou mais uma vez que a final da Copa do Brasil aconteça no estádio do Maracanã, mas alertou que o estádio precisa de reformas.

REUTERS

15 de Julho de 2010 - 14:57

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, reforçou nesta quinta-feira as preocupações da Fifa com o atraso da preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014.

"A Copa está atrasada no Brasil inteiro", disse o ex-governador de São Paulo em entrevista à Rádio Tupi.

Após a conclusão da Copa na África do Sul, a Fifa, entidade que controla o futebol mundial, e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alertaram sobre as obras de infraestrutura que precisam ser realizadas no país até 2014.

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, afirmou que o Brasil ainda tem muito trabalho a fazer em termos de estádios, aeroportos, sistemas de comunicação, acomodações, enquanto o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, citou os aeroportos como a questão que mais preocupa.

As críticas foram reforçadas por Serra. "Nossos aeroportos estão à beira de um apagão. Não vejo as coisas andarem", afirmou o tucano, sem deixar de alfinetar o atual governo. "Precisam falar menos e fazer mais", acrescentou.

Para evitar o caos aéreo, ele defendeu que sejam feitas concessões à iniciativa privada dos aeroportos de maior movimento no Brasil.

Os estádios também são motivo de preocupação para a Copa de 2014. A grande maioria não começou a reforma ou construção e no mês passado o Morumbi foi excluído, deixando a cidade de São Paulo ainda sem um local para receber as partidas.

O candidato do PSDB apoiou mais uma vez que a final da Copa do Brasil aconteça no estádio do Maracanã, mas alertou que o estádio precisa de reformas.

"O Maracanã tem um problema de drenagem que precisa resolver", alertou. O governo do Estado abriu uma licitação para obras de modernização do Maracanã orçadas em cerca de 700 milhões de reais.

Serra revelou que gostaria de ver o Brasil campeão no Maracanã, em 2014, para apagar um trauma que carrega desde criança, quando a seleção perdeu a decisão da Copa de 1950 para o Uruguai.

"Foi o dia mais triste da minha vida, depois da morte dos meus avós e dos meus pais", finalizou.