Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 24 de Janeiro de 2021

Sidrolandia

Sesi e Senai fazem campanha informativa de combate à dengue em Corumbá

As equipes formadas por funcionários e alunos estão percorrendo escolas e indústrias do município

Daniel Pedra

21 de Março de 2014 - 09:00

A cidade de Corumbá aparece como uma das 18 localidades de Mato Grosso do Sul onde o Ministério da Saúde colocou em alerta devido à decorrência do alto índice de infestação do mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue. Além disso, ainda conforme o LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti), na cidade a situação é considerada de risco, pois 4,6% dos imóveis pesquisados apresentaram focos da doença.

Para ajudar a reduzir esse índice, o Sesi e o Senai de Corumbá estão juntos em uma campanha informativa de prevenção contra a dengue, realizando ações desde o dia 11 de março na Escola do Sesi, nas escolas municipais e estaduais e nas indústrias do município, totalizando mais de 4,1 mil pessoas, das quais 1,7 são estudantes e 400 industriários. “O Sesi está atuando nas indústrias e na escola da entidade, enquanto o Senai levou informações para as escolas públicas locais”, detalhou Silvana Barros, gerente do Sesi de Corumbá.

Ela acrescenta ainda que a equipe de qualidade de vida do Sesi, coordenadores da Escola e alunos distribuíram filipetas com orientações sobre prevenção e principais sintomas da dengue. “A dengue é uma doença grave, por isso, é importante realizarmos essas ações para levar informações para as pessoas, a fim de que evitem a doença”, declarou, completando que, além de distribuir filipetas informativas, os envolvidos realizam palestras com informações.

Das mais de 2,1 mil pessoas atendidas pela ação do Sesi, 700 são alunos da Escola do Sesi, 1.000 são da Escola Estadual Gabriel Vandoni de Barros e 400 são das empresas Vetorial, Votorantim, Preserv e Vale. Já o Senai levou informações para 1.900 pessoas de 10 escolas públicas e o trabalho envolveu quase 70 alunos do curso de meio ambiente.

“Trata-se de uma iniciativa muito positiva, também por envolver os alunos que se sentiram motivados, justamente por ser algo da área de conhecimento deles. Eles já aproveitam a experiência e colocam em prática as competências adquiridas em sala de aula”, disse o gerente da FateceSenai Corumbá, Marcelo Alexandre Zinsly.