Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Setores educacionais vão trabalhar tema da Campanha da Fraternidade em Glória

A passeata recebeu a denominação de “Caminhada pela Vida

Demerval Nogueira/Região News

22 de Março de 2011 - 16:37

A Paróquia Nossa Senhora da Glória de Glória de Dourados realizou na primeira quinzena deste mês, uma passeata onde deu início à Campanha da Fraternidade 2011, e que têm como tema: “Fraternidade e a Vida no Planeta”, e o lema: “A criação geme em dores de parto”, Romanos, capítulo 8, versículo 22. A passeata recebeu a denominação de “Caminhada pela Vida”, com início na Praça Castelo Branco no coração da cidade e prosseguiu até a Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória onde foi celebrada a Santa Missa.

         Com este trabalho da Igreja Católica inicia-se o chamado tempo quaresmal, cujo tempo é um convite a todos os católicos a reconhecer suas fragilidades, bem como, a verdadeira fragilidade humana e, através do exercício da oração, da caridade e de jejuns buscar uma transformação, uma mudança de vida. O padre Silvio Luiz Danielski destaca, “os objetivos da CF tem por finalidade enfatizar a consequência dos atos egoístas para com o meio ambiente e a vida do planeta, numa demonstração cristalina de que temos que agir com decência e acima de tudo cuidar do nosso continente terrestre, assim como manda o Pai”, dimensiona o pároco.

Danielski, durante a celebração da missa relatou a todos os fiéis, fatos importantes e que devem servir fundamentalmente para todos e não somente aos cristãos preservarem as maravilhas que Deus nos presenteou, com uma infinita bondade, mas que está precisando mais do que nunca da ajuda de todos, de forma irmanada para dar continuidade, cuja conscientização possa atingir a todos, desde o menor até o maior e assim, de mãos dadas lutarmos juntos para preservar esse maravilhoso jardim e permitindo que as futuras gerações possam desfrutar desse presente que Deus nos concebeu.

Essa conscientização deve continuar durante todo o tempo quaresmal e se prolongará por mais tempo. Diante de tal desafio, vários setores se uniram para trabalhar conjuntamente, com base fundamentada no tema da CF. Desta forma serão realizados encontros nas capelas e também nas escolas contidas na esfera municipal. O setor educacional também irá trabalhar o tema da CF 2011, com metodologias diferenciadas, utilizando alunos da Educação Infantil até a graduação, sendo que este trabalho será praticamente contínuo, valorizando os projetos municipais já existentes e procurando introduzir outros de cunho específico na defesa do meio ambiente, o ecossistema, enfim, a biodiversidade.

         “Se tudo é uma só vida diante de Deus, devemos respeitar todos os demais seres vivos bem como, os recursos naturais como sendo filho de Deus, usando-os com gratidão e reverência”. (Maranobu Taniguchi).