Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 1 de Dezembro de 2020

Sidrolandia

Sidrolândia deve terminar 2014 com 10% dos consumidores com esgoto e a tarifa 50% mais cara

Nesta etapa inicial de implantação do saneamento na cidade, 890 domicílios poderão trocar as fossas sépticas pelo esgoto.

Flávio Paes/Região News

25 de Março de 2014 - 23:09

Se o cronograma de execução das obras de implantação da rede coletora de esgoto for cumprido, até dezembro 10% dos 8.900 usuários do serviço de água, estarão conectados a rede coletora de esgoto que automaticamente vai aumentar em 50% o valor da tarifa que pagam à Sanesul.

Estão sendo implantados 21.844 metros de rede coletora. Nesta etapa inicial de investimento em saneamento básico na cidade, 890 domicílios poderão trocar as fossas sépticas pelo esgoto. Serão atendidos na parte alta da cidade 650 moradores residentes no quadrilátero formado pela Avenida Dorvalino dos Santos (entre as ruas Alagoas e a Nioaque), margeando os trilhos da rede ferroviária onde foi instalada uma rede adutora até a Rua Napoleão Ferreira Ribeiro (prolongamento da Rua Nioaque na região do São Bento).

O presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, esteve segunda-feira na cidade, anunciou a expansão da rede coletora para atender 240 domicílios do São Bento, por onde passou a adutora que levará o esgoto coletado até a Estação de Tratamento que está quase pronta. A ETE terá capacidade de tratar 30 litros por segundo. Foi construída numa área de 25 hectares da Fazenda Nova. Só a compra da área custou R$ 425 mil.

Mais Investimentos

A cidade de Sidrolândia está entre as cidades selecionadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento via Fundação Nacional de Saúde (PAC/Funasa) e receberá investimentos no valor de R$ 2,4 milhões para ampliação do sistema de abastecimento de água destinado à perfuração de um poção tubular profundo.

“Também já está sendo encaminhado para ao setor de licitação mais um pacote de obras para perfuração de mais um poço na região onde está localizada a nossa área de reservação, com recursos próprios da Sanesul”, anunciou o presidente José Carlos Barbosa. O novo poço, com vazão de 100 mil litros por hora, ficará próxima a Rua Mato Grosso.