Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Sidrolândia só recebeu até agora 5,5% dos recursos federais de emendas

Marcos Tomé/Região News

26 de Dezembro de 2010 - 20:46

Sidrolândia só recebeu até agora 5,5% dos recursos federais de emendas
Sidrol - Foto: Marcos Tom

A cinco dias do fim do ano, o governo federal só liberou 5,5% dos recursos reservados para investimentos em Sidrolândia por meio de emendas parlamentares ao orçamento da União apresentadas por deputados federais e senadores de Mato Grosso do Sul. De R$ 7 milhões empenhados ainda no primeiro semestre de 2010, até agora efetivamente só foram liberados R$ 384 mil, valor que corresponde a 27% da verba federal a fundo perdido recebida em 2009, R$ 1,4 milhão.

Este montante pode chegar a R$ 884,6 mil, 12,6% do previsto, se de fato forem repassados R$ 500 mil do Ministério da Integração Nacional para obras de drenagem e pavimentação no Sol Nascente, insuficiente para beneficiar todo o bairro que exigirá investimento de mais R$ 984 mil, emenda do deputado (não reeleito) Antonio Cruz, que até agora não foi liberada pelo Ministério das Cidades.

O convênio com o Ministério da Integração Nacional foi assinado semana passada em Dourados, mas dificilmente o dinheiro estará na conta da prefeitura até o dia 31. Do Programa de Aceleração do Crescimento devem vir R$ 900 mil para construção em 2011 de 56 casas destinadas a famílias que moram em favelas. 

Sem os recursos federais muitas obras, algumas até licitadas, não puderam sair do papel. Do Ministério da Educação deixaram de vir R$ 2 milhões para a construção de escolas nos assentamentos Eldorado, Jibóia e Barra Nova. Os projetos tramitam no MEC há mais de três anos.

Só foi viabilizada até agora uma escola (de duas salas) para o João Batista que ficará pronta para o próximo ano letivo. A obra custou R$ 142 mil sendo R$ 72 mil do Fundo Nacional de Educação e R$ 70 mil de recursos próprios. Também ainda estão emperrados na burocracia em Brasília os R$ 97,5 mil de emenda parlamentar do deputado Vander Loubet para a compra de uma patrulha mecanizada para o Assentamento Flórida; R$ 400 mil da emenda do senador Delcídio do Amaral para a compra de implementos agrícolas e resfriadores de leite.

Os assentamentos Geraldo Garcia, Santa Terezinha e Vista Alegre ainda não têm entrepostos para comercialização da produção dos agricultores. O Ministério do Desenvolvimento Agrário não liberou R$ 221 mil, assegurados por emenda do senador Valter Pereira para os entrepostos.

Também não saíram os R$ 700 mil de emenda do Senador Delcídio para continuidade das obras do Parque Ecológico do Rio Vacaria. Com o dinheiro seria construído um palco para apresentações ao livre,  pistas de caminhada e um centro de informações turísticas e artesanato, em uma área de 93 mil m².

.

Foto: Marcos Tomé/Região News

Parque

                                                       Obras no Parque do Vacaria

.

Em 2008, foram liberados R$ 682,5 mil, do Ministério do Turismo, para a primeira etapa desse projeto. Deixaram ser repassados R$ 850 mil para ampliação da rede de abastecimento de água em três assentamentos (Capão Bonito, I e II e São Pedro); nem os R$ 500 mil para construção de casas populares.

Dos R$ 737,5 mil que deveriam vir ser aplicados na pavimentação dos bairros Cascatinha e Jardim Alfa, a prefeitura só recebeu R$ 105,5 mil. Do Ministério das Cidades eram aguardados ainda R$ 900 mil para ciclovia na MS-080, saída para Campo Grande e R$ 600 mil para o recapeamento da Rua João Márcio Ferreira e pavimentação da Rua Cuiabá. As obras no entorno de asfalto e drenagem no entorno da Rua Ponta Porã, que custaram em torno de R$ 3,2 milhões, receberam recursos do Ministério da Integração Nacional por meio do Estado que arcou com a contrapartida de R$ 350 mil.

Dinheiro liberado até agora

R$ 36.629,00 – Cascatinha- Valor total do convênio - R$ 196.400,00

R$ 55.400,00 – implantação de 10.880 metros/> de água no Assentamento Vacaria

R$ 161.928,00- Recuperação de estradas no Eldorado 19.729.49

R$ 61.786,00 – Recuperação de  21,5 quilômetros/> no São Pedro

R$ 68.950,00 – São Bento – Valor total do convênio R$ 344.750,00

Total – R$ 384.693,00

Dinheiro liberado em 2009 que viabilizaram obras em 2010

R$ 700.000,00 – Ceinf Cascatinha

R$ 225.998,00 – Unidade Básica do Capão Bonito

R$ 196.400,00 – Asfalto na área urbana

R$ 221.159,00 – Asfalto no Quebra Coco

R$ 89.652,00 – Controle de Erosão no São Pedro

R$ 72.000,00 – escola João Batista –

Total - R$ 1.432.716,00