Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 25 de Julho de 2024

Sidrolandia

Suspeito de matar Eliza, Bola é investigado por mais 2 mortes

Bola é suspeito de matar e esconder corpo de Eliza

A folha de SP

13 de Julho de 2010 - 08:00

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola ou Neném, suspeito de matar a estudante Eliza Samudio, é investigado por outros dois homicídios no sítio do qual é locatário em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo as investigações, dois homens foram mortos no local em maio de 2008. Cães da raça rottweiller teriam sido utilizados no crime. Técnica semelhante teria sido empregada na morte da ex-amante do goleiro Bruno Souza, de acordo com o depoimento de uma testemunha.

Bola e três policiais do Grupo de Respostas Especiais (GRE), tropa de elite da Polícia Civil de Minas extinta em 2009, abordaram dois homens em suposta atividade suspeita na região do sítio e os interrogaram. Segundo uma testemunha, as vítimas foram torturadas por cães rottweillers de Bola e mortos. Os corpos foram queimados e os restos e as cinzas, espalhados no sítio. Em depoimento, Bola e os policiais negaram participação no crime. O advogado Zanone Oliveira, defensor do ex-policial, afirmou que ele é inocente tanto da morte dos homens quanto da de Eliza.