Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 26 de Outubro de 2020

Sidrolandia

Tecnoagro vai destacar manejo contra Helicoverpa e Falsa-medideira

A primeira palestra será da professora Jurema Rattes, da Universidade de Rio Verde (Unirv), no dia 12, abrindo a programação do evento.

Agrodebate

05 de Fevereiro de 2014 - 16:48

A edição 2014 da Tecnoagro, que será promovida pela Fundação Chapadão, em Chapadão do Sul, a 325 quilômetros de Campo Grande, entre os dias 12 e 13 de março, vai ter como destaques palestras sobre o combate a duas pragas que estão causando grande preocupação entre os produtores de soja de Mato Grosso do Sul, as lagartas Helicoverpa armigera e Falsa-Medideira.

A programação foi apresentada na manhã desta quarta-feira (5), pela direção da Fundação Chapadão, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do estado (Famasul). Segundo o diretor executivo da entidade, Edson Pereira Borges, serão duas palestras que vão discutir como fazer o manejo das lavouras em razão do ataque destes insetos.

A primeira palestra será da professora Jurema Rattes, da Universidade de Rio Verde (Unirv), no dia 12, abrindo a programação do evento. Ela vai discutir o monitoramento das duas pragas, uso de armadilhas luminosas e de ferormônio para medir o percentual de infestação, metodologia de controle, níveis de dano e sistemática do controle na fase vegetativa e na reprodutiva da soja.

A outra palestra será no período da tarde do mesmo dia. O pesquisador Germison Vital Tonquelski, da própria Fundação Chapadão, vai apresentar os resultados das pesquisas desenvolvidas para controlar as duas lagartas. Entre os assuntos que ele vai abordar estão: a flutuação populacional dos insetos, o controle biológico e com o uso de produtos químicos, a performance no controle no período vegetativo e no reprodutivo da planta e o uso da variedade de soja Intacta RR2 Pro no manejo das pragas.

Outro assunto que será destacado no evento, conforme o presidente da Fundação, Adriano Loeff, é o uso dos sistemas integrados de produção, que envolvem lavoura, pecuária e floresta (ILPF) na recuperação de solos. Ele explicou que antes da Tecnoagro, a Fundação Chapadão promove entre os dias 19 e 21 de fevereiro um “tour” que passará por três municípios: Paraíso das Águas, Paranaíba e Aparecida do Taboado, para apresentar a produtores, estudantes e técnicos agrícolas, os estudos desenvolvidos pela entidade e seus parceiros com a utilização do ILPF.

 “São desenvolvidos estudos em várias áreas porque cada região tem uma característica e queremos que o produtor utilize a tecnologia que melhor se enquadra nas características de sua propriedade para que ele obtenha o melhor resultado em sua produção”, explicou.

O presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), Maurício Saito, destacou em relação a Tecnoagro que o evento tem uma importância estratégica para os agricultores do estado. “Se trata da maior feira de tecnologia do agronegócio das regiões norte e leste do estado. É uma referência no que se refere a difusão de novas tecnologias para o setor”, ressaltou.

Já a secretaria estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, destacou que graças ao trabalho de entidades como a Fundação Chapadão e de eventos como a Tecnoagro, que os produtores sul-mato-grossense têm conseguido ganhos expressivos de produtividade em suas lavouras.