Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Trabalhadores decidem amanhã se continuam em obra de Usina em MS

Os operários destruíram os alojamentos no dia 24 de março, quando provocaram incêndio no local

Campo Grande News

03 de Abril de 2011 - 22:32

Depois do "motim" que acabou com a maior parte do alojamento de funcionários da obra da Usina São Domingos, os trabalhadores fazem nova reunião amanhã para levantamento sobre quantos ainda vão ficar em Água Clara.

O sindicato que representa a categoria, estima que pelo menos 50% dos operários resolvam voltar para casa ainda nesta semana.

Nem o acordo com o Consórcio Construtor São Domingos, que atendeu as reivindicações dos trabalhadores e até demitiu a empresa que fazia a segurança, deve segurar todos os trabalhadores no município, diz a entidade.

Os operários destruíram os alojamentos no dia 24 de março, quando provocaram incêndio no local.

Depois da confusão, a Eletrosul, responsável pelas obras da usina hidrelétrica São Domingos, em Água Clara, chamou trabalhadores e sindicatos para a reunião na sexta.

O grupo pedia, principalmente, melhores condições dos alojamentos, comunicação no local, transporte e constituição sindical.

À época do incêndio, os trabalhadores disseram que não receberam o salário e, ao pedir demissão, tiveram o acerto negado e a Carteira de Trabalho retida. Na reunião de hoje ficou esclarecido que houve um problema pontual e que os valores serão devolvidos até o dia 05 de abril.

A categoria cobrava ainda o pagamento correto de horas extras e o consórcio se comprometeu custear 30 horas a todos aqueles que foram admitidos até 15 de fevereiro.

Os trabalhadores entregaram aos representantes do consórcio uma pauta com mais de 11 itens e todas as reivindicações foram aceitas.

A Usina Hidrelétrica São Domingos é uma obra do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O início de operação está prevista para março de 2012, com capacidade para atender a mais de meio milhão de habitantes.