Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 12 de Julho de 2024

Sidrolandia

Unei: Ao invés de anunciar solução, governo diz que vai recorrer

Com problemas nas instalações hidráulicas, sem chuveiro, os internos usam a água da privada para tomar banho.

Tv Morena

22 de Julho de 2010 - 07:18

Ao invés de anunciar medidas para resolver os problemas da Unidade de Internação Dom Bosco, o governo informa que pretende recorrer da interdição determinada pela Vara da Infância e Adolescência.

Portaria editada pelo Juiz da Vara da Infância e Juventude Danilo Burin, determina interdição e pede reforma do prédio. O superintendente de Assistência Socioeducativa do estado, Hilton Villasanti Romero, diz que o governo deve recorrer.


A portaria diz que o prédio deve ser desocupado em dez dias, pois os alojamentos não têm iluminação, fios improvisados cruzam as paredes, há destelhamento, muitos vazamentos de água, poças de água no chão que se misturam com restos de alimentos e um pouco de lixo espalhado. Sem chuveiro, os internos usam a água da privada para tomar banho. 



Segundo o governo, a unidade abriga 67 adolescentes, mas já contou com cerca de 120, quando recebeu jovens de um outro centro de internação, que foram transferidos há cerca de três meses. As Uneis do interior devem ser comunicadas a relatar problemas.

A Justiça, no entanto, sugere que a administração aproveite a mão-de-obra dos internos para manter as unidades em condições de 'habitabilidade'. O superintendente de Assistência Socioeducativa alega que há duas obras que devem melhorar as condições do prédio.