Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 5 de Dezembro de 2021

Sidrolandia

Velório de ex-prefeito reúne mil pessoas em Guia Lopes da Laguna

Após o encerramento do velório, o corpo de Saravy foi transferido para Maracaju. O sepultamento ocorreu às 9h no Cemitério Municipal. O ex-prefeito foi enterrado ao lado do pai.

Campo Grande News

18 de Setembro de 2013 - 10:32

Cerca de mil pessoas, entre familiares, políticos, amigos e populares, passaram pelo velório do ex-prefeito de Guia Lopes da Laguna, Carlos Saravy, 58 anos, encontrado morto em um matagal no bairro Zarate Ilha, na cidade de Luque, no Paraguai, a 452 quilômetros de Ponta Porã.

A cerimônia fúnebre teve início às 21h de ontem (17) e fim às 6h de hoje (18). O corpo de Saravy chegou à cidade após ser liberado por familiares em Assunção. “Teve muita gente da região. Vieram pessoas de Bonito, Nioaque e até o prefeito de Jardim”, contou o atual prefeito de Guia Lopes, Jácomo Dagostin (PMDB), que decretou luto oficial de três dias.

Após o encerramento do velório, o corpo de Saravy foi transferido para Maracaju. O sepultamento ocorreu às 9h no Cemitério Municipal. O ex-prefeito foi enterrado ao lado do pai.

Morte - Saravy era médico clínico geral e o cirurgião no hospital do município. O corpo dele foi encontrado em um matagal no bairro Zarate Ilha, na cidade de Luque, no Paraguai, a 452 quilômetros de Ponta Porã. Como o carro dele foi queimado, a polícia paraguaia suspeita de sequestro seguido de homicídio.

Saravy tinha um apartamento em Assunção, capital do Paraguai, onde costumava passar o fim de semana, segundo Dagostin. Ele comandava as cirurgias no hospital de Guia Lopes. Também foi prefeito pelo PDT entre 2001 e 2003.