Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Vereadores são empossados e Jean, emocionado, diz ter sido iluminado

Ao usar a tribuna, a primeira palavra que saiu de boca foi “DEUS”. Após invocar Deus, Jean cumprimentou a todos

Da Redação

17 de Dezembro de 2010 - 13:09

Foram empossados os novos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Sidrolândia que ordenara as despesas da casa a partir de janeiro de 2011. Com presença de grande público, os nobres Edis tomaram posse, e declararam respeitar o posicionamento de cada integrante daquele legislativo.

O líder do prefeito, Professor Tadeu (PMDB) foi o primeiro a usar a palavra após dada a posse. Em seu pronunciamento Tadeu parabenizou a nova composição e desejou boa sorte aos colegas vereadores que terão a missão de dirigir o futuro do Legislativo de Sidrolândia.

Di Cezar (PSDB) agradeceu aos familiares, amigos e companheiros pela conquista e afirmou que futuramente, poderá surgir um novo cenário político juntamente com tais siglas que compuseram a atual Mesa Diretora. Falando na posição de vice-presidente, Cezar enfatizou seu compromisso partidário e comemorou tal conquista.

.

Foto: Marcos Tomé/Região News

Posse

Ilson Peres (PSDB), membro da Mesa, também usou da palavra e reafirmou seu comprometimento com a ética, a moral, os bons costumes e acima de tudo, com a liberdade. A liberdade garantida pela democracia. “A população sidrolandense é maior que todos os interesses pessoais”, finalizou.

Ansiosos o público presente aguardavam o pronunciamento do vereador Jean Nazareth (PT) que foi eleito presidente, fato que culminou em retaliação por parte do Prefeito Daltro Fiúza (PMDB) aos cargos do partido em seu governo e tomou atitudes drásticas exonerando todo o primeiro escalão, 3 Secretárias, e cargos de diretoria.

Ao usar a tribuna, a primeira palavra que saiu de boca foi “DEUS”. Após invocar Deus, Jean cumprimentou a todos e explanou em tom de emoção, momento vivido. “Sou fiel ao meu partido e por esta razão, aqui estou com a estrela no peito e mesmo sendo aos olhos de alguns, traidor, quero afirmar que tomei a decisão correta para o bem de Sidrolândia”, comentou.

“Sinto-me julgado e condenado sem direito de defesa, ora senhores e senhoras, não é da democracia o ato de escolha? Afirmou que não recebi nenhuma ligação da direção do PT em nível de estado, repudiando minha atitude nesta casa, pelo contrário, meu telefone não para de tocar com as pessoas me desejando sucesso frente a este poder”, desabafou.

“É possível fazer política respeitando as pessoas, seus interesses, suas ações, suas atitudes e acima de tudo, seus sonhos. O homem que não sonhar em ser o melhor naquilo que propõem a fazer ou realizar, é vítima de si mesmo, porém, o homem que busca tornar realidade seus sonhos, mesmo que os mais distantes, esses serão vencedores”, desabafou emocionado.

Jean firmou ainda ao Jornal Eletrônico Região News de forma exclusiva que é natural no meio político, o sucesso de uns se tornarem pesadelos para outros, porém, o fator predominante no contexto político tem que ser o povo. “São as pessoas, o trabalhador, a dona de casa, o estudante, esses é que devem ter nossa atenção maior, afinal, o poder emana do povo e é para o povo que estamos aqui”, finalizou.