Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Sidrolandia

Vítima de tentativa de homicídio pelo ex- marido se recupera na Santa Casa

Os seis tiros atingiram o abdômen de uma senhora de 63 anos. Na santa de campo grande, ela ainda se recupera do trauma

MS Record

05 de Setembro de 2013 - 16:29

Se recupera na Santa Casa de Campo Grande a mulher vítima de tentativa de assassinato pelo ex- marido. Ele já está preso. A delegada da mulher diz que é preciso estar atenta aos primeiros sinais de agressividade e não ter medo de fazer a denúncia, se for preciso.

Os seis tiros atingiram o abdômen de uma senhora de 63 anos. Na santa de campo grande, ela ainda se recupera do trauma. Maria Veríssimo Machado foi vítima do ex-marido, ele tentou matá-la por não aceitar a separação. Um pouco nervosa, ela conta com detalhes como tudo aconteceu.

“O portão estava aberto ele entrou e eu estava no corredor que sai na cozinha e na sala, e ele já veio atirando. O primeiro tido que ele deu foi embaixo do coração e ele ainda disse que não queria me matar, mas deu 7 tiros”, diz a vítima.

A agressividade do ex-marido a assustou, já que durante o relacionamento ele nunca havia se comportado desta maneira. O medo do que ele poderia fazer contra ela, surgiu a partir do momento em que começaram as ameaças.

“Ele me ameaçou na terça-feira, disse que se eu não voltasse com ele eu iria me arrepender”, relata a vítima.

Após tentar matar Maria, José Calazans, de 73 anos, foi preso em flagrante pela polícia. Ele foi encontrado no bairro cidade morena, com ele estavam as munições e o revólver calibre 38 utilizado para cometer o crime. No carro do autor foi encontrado um palitó coberto de sangue.

O caso está sendo investigado pela delegacia especializada em atendimento à mulher. O inquérito já foi instaurado, e agora, a delegada responsável começa a colher depoimentos de pessoas que presenciaram o crime. Enquanto isso, José Calazans, está detido na 4ª delegacia de polícia, onde vai permanecer a disposição da justiça.

Desde o inicio do ano até agora, já são sete casos, como este de tentativa de homicídio contra mulheres registrados pela Deam. Uma das vítimas, foi esta jovem de 23 anos, no mês de junho o ex-marido, Fábio Souza dos Santos, tentou matá-la pela segunda vez com oito tiros. Fábio continua foragido, ele tem passagens pela polícia por tráfico de drogas e lesão corporal.

Segundo a delegada, o número computado ainda é menor do que o ano passado, quando foram registradas 17 ocorrências de tentativa de homicídio. Ela explica que na maioria das vezes a tentativa de matar a esposa representa o estopim de um relacionamento conturbado, situação que poderia ser evitada se houvesse denúncia por parte da vítima.

“Porque aí iniciaríamos o procedimento de apuração do crime, ofereceríamos para esta vítima as medidas protetivas que poderiam afastar esse agressor do lar, para manter distancia do mesmo, poderíamos se fosse o caso abrigar essa vítima, enfim são várias medidas que podem ser tomadas e que pode se evitar esse mal maior”, diz a delegada, Rosely Molina.