Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 20 de Março de 2017 - 11:00

Agronegócio não pode ser desvalorizado por 'pequeno núcleo', diz Temer

Presidente comentou a operação Carne Fraca, que investiga irregularidades em frigoríficos. Ele defendeu a carne brasileira e disse que sistema sanitário no país é 'rigorosíssimo'.






 

Temer faz discurso na Amcham -
Foto: Tahiane Stochero/G1


 
 

O presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira (20), ao comentar a operação Carne Fraca, que o agronegócio no país não pode ser desvalorizado por um "pequeno núcleo" e por uma "coisa que será menor". O presidente ainda defendeu o sistema sanitário no país e afirmou que os frigoríficos investigados representam um número pequeno do total.

A operação, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira (17), apura a existência de um esquema montado para liberar irregularmente licenças para venda de carne e fraudar a fiscalização de frigoríficos. Segundo a polícia, servidores do governo estão envolvidos nas irregularidades.

Temer falou sobre o escândalo da carne em discurso na reunião do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos, em São Paulo.

"O agronegócio para nós no Brasil é uma coisa importantíssima e não pode ser desvalorizado por um pequeno núcleo, uma coisa que será menor, apurável, fiscalizável, punível, se for o caso, mas não pode comprometer todo o sistema que nós montamos ao longo dos anos", afirmou Temer.

"Temos 4850 plantas, mais ou menos, de frigoríficos no Brasil. Só 3 plantas foram interditadas, além das 18 ou 19 que serão investigadas. Isso num total de 4800 e tantas atinentes a essa área", afirmou o presidente. "Nós temos um sistema rigorosíssimo de avaliação sanitária aqui no Brasil", completou Temer.

O governo realizou uma série de reuniões no fim de semana, inclusive com embaixadores de países importadores da carne brasileira, para evitar que a operação tenha impacto muito forte na venda dos produtos. No entanto, na manhã desta segunda (20), a Comissão Europeia informou que está monitorando as importações de carne do Brasil e que todas as empresas envolvidas no escândalo de carne terão acesso negado ao mercado da União Europeia temporariamente.









G1


Reportar Erros



 


 
.
CAMPO GRANDE - MS

Motorista de Uber sai da área vermelha de hospital e não corre risco de morte
MUNICÍPIOS

CCZ segue com vacinação antirrábica ‘casa a casa’ e reforça alerta contra a dengue
SIDROLÂNDIA - MS

<b>Ciclista atropelado na rotatória está internado no setor de ortopedia da ...
SIDROLÂNDIA - MS

Dono de motocicleta esmagada por caminhão boiadeiro diz que “nasceu de novo”
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Grávida é espancada por marido no meio da rua que diz que dará surra sempre

Leia mais


2

Motorista fica preso nas ferragens de D10 após capotamento na MS-145

Leia mais


3

Polícia Federal cumpre mandados em escritórios da Capital nesta manhã

Leia mais


4

Bombeiros são acionados por causa de homem que se jogou no Rio Paraná

Leia mais


5

Decreto antecipa abono anual de 2017 para a aposentados e pensionistas

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING