Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 17 de Maio de 2017 - 13:23

Conta de luz deve continuar com bandeira vermelha até novembro

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas, que produzem energia com custo maior que as hidrelétricas.






 

Conta de luz deve continuar com bandeira vermelha até novembro -
Foto: Divulgação


 
 

A bandeira tarifária vermelha de patamar 1 deve continuar a elevar o preço das contas de luz até o fim do período seco, em novembro, quando o volume de chuvas deve aumentar e elevar o nível dos reservatórios de hidrelétricas brasileiras. A previsão é do diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Barata.

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas, que produzem energia com custo maior que as hidrelétricas.

“As nossas avaliações são de que, ao longo do período seco, o preço vai subir, porque cada vez mais vamos precisar das usinas térmicas. Se o lado benéfico delas é o fato de serem presumíveis e gerenciáveis e termos o controle dos combustíveis, o outro lado é serem mais caras”, disse Barata.

Segundo o diretor do ONS, em novembro, os reservatórios do Sudeste estarão com 20% da capacidade, e os do Nordeste, possivelmente abaixo dos 10%.

Quando a bandeira vermelha patamar 1 está em vigor, os consumidores pagam R$ 3 a mais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Em 2017, a bandeira patamar 1 está em vigor desde abril.

Campanha de conscientização

Barata informou que o governo pretende fazer uma campanha para estimular o uso de energia elétrica sem desperdícios. No entanto, segundo ele, não há previsão de racionamento.

“Não há risco de desabastecimento, mas existe quase uma certeza de encarecimento de energia, que às vezes só aparece no ano que vem, quando houver o reajuste tarifário.”

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, disse que a proposta da campanha já foi discutida em reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico e que a medida deve ser lançada no segundo semestre.









Agência Brasil


Reportar Erros



 


 
.
ECONOMIA

Confiança do Comércio recua em maio depois de cinco altas consecutivas
ECONOMIA

Dívida pública sobe 0,32% em abril e fica em R$ 3,23 trilhões
ECONOMIA

Confiança do Consumidor aumenta 2 pontos em maio
ECONOMIA

Contas externas têm o melhor resultado para abril desde 2007
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Estado economiza R$ 14 milhões na compra de 195 viaturas policiais

Leia mais


2

Estudo analisa quase 80 mil pessoas e identifica 52 genes ligados à inteligência

Leia mais


3

Quinta-feira deve ser de calor em MS e possibilidade de chuvas à tarde

Leia mais


4

Com depredação de ministérios e confronto, ato em Brasília reúne 45 mil pessoas

Leia mais


5

Ciclista morre ao ser atropelado por caminhão roubado; condutor fugiu

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING