Imoveis a Venda | Classificados | Super Galeria | Videos

REDAÇÃO (67)3272-6466

Noticia de: 10 de Outubro de 2017 - 08:44

Invasores são presos e passam à noite na cadeia após serem flagrados quebrando cerca e dentro do Jockey

Um adolescente de 16 anos, também integrante do grupo, foi apreendido, mas em seguida liberado.






 

Invasores são presos e passam à noite na cadeia após serem flagrados quebrando cerca e dentro do Jockey -
Foto: Divulgação


 
Com a promessa de receber um terreno numa área avaliada em R$ 6 milhões, o grupo inicial era de 150 pessoas e hoje há mais de 300 engajados"
 

A Polícia Militar prendeu em flagrante ontem (10), na hora do almoço quatro acampados às margens da BR-060, em frente do Jockey Club, que foram surpreendidos arrancando o arame derrubando os postes da cerca construída para delimitar a área de 15 hectares da instituição. Um adolescente de 16 anos, também integrante do grupo, foi apreendido, mas em seguida liberado.

Passaram à noite na cadeia, acusados de desobediência judicial, Inês Jandira dos Santos, 55 anos, que se apresenta como funcionária pública municipal; Alécio Ribeiro dos Santos, 37 anos; Márcio Douglas de Arruda, 27 anos e Valdivino Reginaldo, 50 anos.

O funcionário do Jockey, Antônio Pereira, alertou o presidente da instituição, Paulo Atílio, de que o grupo estava destruindo a cerca provavelmente voltando à área, desobedecendo à ordem judicial que além de determinar a reintegração de posse, veta qualquer aproximação deles da propriedade, ainda que a pretexto de buscar água no poço do Jockey.

No último dia 04 de setembro, exatamente um mês depois do cumprimento da reintegração de posse, 12 policiais do Batalhão de Choque voltaram a Sidrolândia para retirar invasores que mesmo após a decisão judicial, construíram barracos dentro do Jockey Clube, enquanto a maioria permanece na faixa de domínio da BR-060. Os policiais chegaram à cidade por volta das 9 horas e não encontraram invasores na área da instituição. Ninguém quis assumir a responsabilidade pelos barracos encontrados.

Em julgamento no dia 29 de agosto, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça negou o agravo de instrumento impetrado por um dos invasores, José Eriberto Cavalcante. Com isto foi mantida a decisão do juiz Fernando Moreira, que determinou o despejo do grupo que no dia 13 de julho invadiu o Jockey Club de Sidrolândia.

Os desembargadores acompanharam o parecer do relator Marcelo Rasslan, que rejeitou o recurso que os invasores contavam para poder voltar à área de onde foram retirados no dia 4 de agosto numa operação que contou com 35 homens da tropa de choque da Polícia Militar.

Depois da primeira reintegração de posse, o grupo se instalou na faixa de domínio da BR-060, em frente do Jockey, construiu barracas e até perfurou um poço, depois de danificar a caixa d'agua e parte da estrutura.

Com a promessa de receber um terreno numa área avaliada em R$ 6 milhões, o grupo inicial era de 150 pessoas e hoje há mais de 300 engajados. Eles já foram notificados pelo DNIT a deixarem a faixa de domínio da rodovia. 









Flávio Paes - Região News


Reportar Erros



 


 
.
SIDROLÂNDIA - MS

Escolhido como ponto de encontro de amigos, empresário muda endereço de ...
MATO GROSSO DO SUL

Mulher está na base da pirâmide salarial de MS, mostra pesquisa do IBGE
MATO GROSSO DO SUL

Educação abre inscrição para cadastro reserva de professores contratados
SIDROLÂNDIA - MS

Almir Sater é recepcionado com costelada e dobradinha na chácara São José
 
 
  • Notícias
  • + Lidas

1

Escolhido como ponto de encontro de amigos, empresário muda endereço de cafeteria para ampliar espaço

Leia mais








© Regiao News - Todos os Direitos Reservados.
contato@regiaonews.com.br
+ 55 67 3272 6466
Desenvolvido por:
MD-WEBMARKETING