Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Economia

Cesta básica fica mais barata em 13 capitais, diz Dieese

Em agosto, apesar do recuo de 2,38%, São Paulo se manteve como a capital com o maior valor para a cesta básica: R$ 319,66.

Agência Estado

04 de Setembro de 2013 - 10:53

Os preços dos itens que compõem a cesta básica caíram no mês de agosto em 13 das 18 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica. As quedas mais expressivas foram registradas em Goiânia (-4,04%), Fortaleza (-3 96%) e no Recife (-3,43%). Os avanços se deram em Porto Alegre (1,83%), Brasília (0,72%), Curitiba (0,59%), Campo Grande (0 35%) e Florianópolis (0,11%).

Em agosto, apesar do recuo de 2,38%, São Paulo se manteve como a capital com o maior valor para a cesta básica: R$ 319,66. Na sequência aparecem Porto Alegre (R$ 311,50), Vitória (R$ 310,03) e Manaus (R$ 305,78). Já os valores mais baixos foram verificados em Aracaju (R$ 233,19), Salvador (R$ 257,54) e Goiânia (R$ 258,45).

Acumulado

Entre janeiro e agosto, apenas em três cidades - Florianópolis (-1,97%), Goiânia (-1,79%) e Belo Horizonte (-0,12%) - a variação acumulada do preço da cesta básica apresentou queda. Nas demais 15 localidades houve alta, com os maiores aumentos verificados no Nordeste: Aracaju (14,28%), Salvador (13,39%), João Pessoa (11,92%) e Natal (11,62%). Os menores aumentos foram apurados em Curitiba (3,69%), Brasília (3,82%) e Fortaleza (4 59%).

Em 12 meses, entre setembro de 2012 (quando o Dieese divulgava a estimativa de preços da cesta básica em 17 capitais, sem os dados de Campo Grande) e agosto último, houve aumento em 14 localidades. As maiores variações foram encontradas em Salvador (14,35%), João Pessoa (14,07%) e Belém (12,88%). Florianópolis (-3,77%), Goiânia (-2,07%) e Rio de Janeiro (-1,36%) foram as únicas cidades onde se registrou redução nos preços.

As 18 capitais pesquisadas mensalmente pelo Dieese são Vitória (ES), Manaus (AM), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Aracaju (SE), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Campo Grande (MS), Belém (PA), João Pessoa (PB), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Recife (PE), Natal (RN) e Florianópolis (SC).