Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Economia

Dólar sobe e bate em R$ 2,37, maior nível em mais de quatro anos

A moeda subia mesmo depois de duas intervenções do Banco Central, com leilões equivalentes à venda de dólares no futuro.

Uol

16 de Agosto de 2013 - 14:49

O dólar comercial operava em alta nesta sexta-feira (16), subindo 1,64%, a R$ 2,377 na venda, por volta das 13h50. É o maior patamar desde 9 de março de 2009, quando a moeda norte-americana fechou em R$ 2,38.

A moeda subia mesmo depois de duas intervenções do Banco Central, com leilões equivalentes à venda de dólares no futuro. O BC vendeu todos os 20 mil contratos ofertados no primeiro leilão, e a operação movimentou o equivalente a US$ 989 milhões.

No segundo leilão, foram vendidos 21,5 mil contratos de uma oferta de 40 mil. A operação movimentou US$ 1,076 bilhão. Os leilões de venda de dólares são uma tentativa do BC de tentar segurar a tendência de alta.

A operação faz parte da rolagem de mais de 100 mil contratos que vencem em 2 de setembro deste ano. O BC informou ainda, em nota, que "além desta rolagem, continuará com sua política de intervenções pontuais no mercado futuro de câmbio".

Banco vê cotação em R$ 2,45 em um ano

Para o banco Barclays, o dólar terá elevação gradual chegando a R$ 2,45 nos próximos 12 meses.

"Estamos preocupados que a deterioração dos fundamentos brasileiros (conta fiscal pior, aumento do déficit em conta corrente e falta de planejamento de longo prazo do governo) levará a um downgrade (rebaixamento da nota brasileira) de crédito no primeiro trimestre de 2014, o que pressionará mais o real", disseram os analistas do banco.

Com Reuters