Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 25 de Outubro de 2021

Economia

Empregos com carteira assinada têm queda de 46% em MS, aponta Caged

Ainda conforme os números do Caged, nos últimos 12 meses, o nível de emprego em Mato Grosso do Sul teve crescimento de 3,91%, o que representa 19,3 mil postos de trabalho.

G1 MS

24 de Julho de 2013 - 08:18

O número de empregos formais caiu 46% em Mato Grosso do Sul em junho deste ano, comparado a maio. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta terça-feira (23). Em maio foram gerados 2,6 mil empregos com carteira assinada no estado contra 1,4 mil registrados em junho, segundo o levantamento.

Do total de postos de trabalho criados no mês passado, o setor de serviços foi o que mais gerou empregos com 1,4 mil novas vagas, seguido pelo comércio com 501. Já o setor de indústria de transformação registrou 540 demissões.

Entre os municípios, Três Lagoas lidera o saldo de empregos em junho com 495 postos, seguido por Campo Grande (414) e Ponta Porã (104). Quatro cidades tiveram saldo negativo: Naviraí (-0,26%), Dourados (-0,19%), Paranaíba (-1,36%) e Nova Andradina (-3,01%). O índice é resultado da diferença entre o número admissões e desligamentos.

Ainda conforme os números do Caged, nos últimos 12 meses, o nível de emprego em Mato Grosso do Sul teve crescimento de 3,91%, o que representa 19,3 mil postos de trabalho.

Semestre

Entre os seis primeiros meses de 2013, junho registrou a quinta pior marca na criação de empregos formais, atrás apenas do mês de janeiro, quando foram apenas 384 vagas com carteira assinada. O melhor mês foi abril com 4,6 mil novos postos de trabalho.