Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 8 de Dezembro de 2021

Economia

Empresários de MS prospectam negócios em congresso da indústria de laticínios

O 30º Congresso Nacional de Laticínios será realizado até quinta-feira (18/07) em Juiz de Fora (MG)

Daniel Pedra/Assessoria

17 de Julho de 2013 - 08:33

O grupo com representantes das indústrias laticínias Tradicional, Alvorada, Yolac, Flor de Leite, Rincão, Imbaúba, Santa Terezinha, Ladisfrio e Benedito & Benedito está aproveitando a participação no 30º Congresso Nacional de Laticínios, realizado no Centro de Convenções e Exposições Expominas, em Juiz de Fora (MG), para a prospecção de negócios. Promovida pelo Silems (Sindicato das Indústrias de Laticínios de Mato Grosso do Sul) com o apoio da Fiems, ApexBrasil e Sebrae/MS, a missão empresarial prossegue até amanhã (18/07) no evento.

Segundo o diretor do Silems, Pedro Guerbas Filho, a entidade está fazendo o papel que lhe cabe ao aproximar os empresários da indústria de laticínios estadual com as últimas novidades do segmento. “O foco dessa missão é conhecer os equipamentos de todas as áreas da indústria de laticínios colocados em exposição durante o Congresso. Além disso, também estamos nos inteirando sobre as novas tecnologias de fabricação e de controle de qualidade”, pontuou.

Ele acrescenta ainda que o concurso ministrado pelas indústrias de insumos e ingredientes durante o Congresso Nacional também está contribuído para uma maior interação dos empresários do Estado. “Nós ainda vamos fazer visitas técnicas à empresa Ultrinox e ao Instituto de Laticínios Cândido Tostes. O Congresso Nacional de Laticínios é uma referência na América do Sul para as indústrias de laticínios, reunindo mais de 300 expositores. Trata-se de uma oportunidade ímpar para o industrial encontrar as tecnologias necessárias e modernas para a produção de lácteos, sem contar que podemos fazer intercâmbio com outras empresas", declarou.

Na avaliação do empresário Marcilio Álvaro Benedito, do Laticínio Benedito & Benedito, o Congresso está apresentando o que há de mais inovador no mercado nacional atualmente. “Há 10 anos que tenho laticínio essa é a primeira vez que participo desse evento, mas, agora, pretendo volta mais vezes. O mais interessante de estar presente é que eu visualizava esses equipamentos somente por meio da Internet e, agora, estou tendo a oportunidade de verificar pessoalmente os produtos de meu interesse, além de conhecer várias empresas do meu segmento”, ressaltou.

O empresário Jean Carlos Francischini, da Alvorada Laticínios, destaca que o evento está servindo para a prospecção de negócios e também para aproximação com futuros fornecedores. “O que mais me chamou a atenção foi que eu só conhecia as pessoas por telefone e, no primeiro dia de feira, já foi possível conhecer pessoalmente os meus fornecedores, facilitando o contato comercial. Já fechei varias compras”, anunciou.