Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 20 de Setembro de 2021

Economia

Estudo aponta aumento no valor arrecadado com ICMS que saltou 48%

Campo Grande News

19 de Julho de 2021 - 16:52

Estudo aponta aumento no valor arrecadado com ICMS que saltou 48%
Imagem aérea de uma das principais vias do varejo de Campo Grande, a rua 14 de Julho (Foto: Gabriel Marchese/Arquivo)

O valor arrecado apenas no mês de maio de 2021 com ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em Mato Grosso do Sul foi 48% superior ao mesmo mês de 2020, chegando a marca de R$ 1 bilhão conforme dados apresentados por estudo do Sindifiscal (Sindicato dos Fiscais Tributários) do Estado. A pesquisa foi feita dentro do projeto Observatório Econômico e conta com números interessantes, divididos e comparados mês a mês. Em maio do ano passado, o arrecadação aferida pelo Sindifiscal ficou na casa dos R$ 721 milhões.

Já no mês de abril, a diferença entre o valor de 2021 em comparação ao de 2020 foi 37% superior, contra 10% no mesmo período em março, 16% em fevereiro e 17% em janeiro. Se avaliado o índice real - ou seja, considerando inflação - a variação dos respectivos meses foi de 41%, 31%, 6%, 11% e 12%. "Se a saúde financeira do estado é boa, com a arrecadação em dia, isso significa que o governo continuará com recursos para investir na manutenção dos serviços públicos", explica o presidente do Sindifiscal, Francisco Carlos de Assis.

Ele ainda completa que os dados, que são estratégicos nas avaliações, garantem bons serviços públicos para os colaboradores da iniciativa privada, o que dá a segurança para que essas empresas tenham segurança em também fazer investimentos.

Detalhado - O incremento do ICMS em Mato Grosso do Sul se deve, principalmente, ao aumento de arrecadação no setor de petróleo-combustível-lubrificantes. A elevação real aferida em maio foi de 48% e a nominal de 54%.

Já o ICMS primário, relativo às atividades rurais do Estado, teve aumento nominal de 27%, enquanto o secundário, que é referente à produção industrial, o aumento nominal chegou na casa dos 94%. O aumento no setor terciário (comércio e serviços) foi de 53%.