Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 27 de Novembro de 2020

Economia

Paraguai é a economia mais aberta da América Latina

o Paraguai exportou bens no valor de US$ 12,116 bilhões

DCI

14 de Janeiro de 2014 - 08:52

A economia do Paraguai é a mais aberta da América Latina ao comércio exterior, após um grande salto em transações com o estrangeiro na última década, segundo uma análise divulgada na última sexta-feira pelo Cadep (Centro de Análise e Difusão da Economia Paraguaia).

O grau de abertura, que soma as exportações e importações com relação ao PIB (Produto Interno Bruto), alcançou no ano passado 88%, contra 55% dos países integrantes da Aliança do Pacífico, 25% da média do Mercosul e 53% do resto da América Latina e do Caribe, segundo o Cadep.

Esse índice de abertura mais que dobrou desde 1991 devido ao aumento das exportações do Paraguai nos últimos dez anos. O Cadep alertou que esse maior grau de abertura faz à economia paraguaia "mais vulnerável aos choques externos".

Em 2013, o Paraguai exportou bens no valor de US$ 12,116 bilhões. Já as suas importações somaram US$ 12,142 bilhões, com o que o déficit comercial foi de 0,3% do PIB, segundo o estudo. O país exporta principalmente produtos agropecuários, como soja, carne e milho.

Das exportações, 60% foram bens originais do Paraguai, enquanto o resto são produtos elaborados na China e em outros países que entraram no Paraguai para reexportação ao Brasil e, em menor escala, para a Argentina, o que se conhece como "triangulação".

A pecuária e a soja colocaram o Paraguai no topo do crescimento econômico na América em 2013, com um aumento de 13,6% do PIB. A previsão de crescimento da economia para 2014 é de 4,8%.