Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Economia

Projeção indica que expectativa de vida em MS deve ter salto de oito anos

Esse procedimento foi feito separadamente para cada uma das Unidades da Federação, buscando uma convergência regional.

Campo Grande News

29 de Agosto de 2013 - 15:27

A expectativa de vida do sul-mato-grossense, ao nascer, vai subir oito anos de 2000 para 2030. De acordo com levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), quem nascia em Mato Grosso do sul no ano 2000 tinha esperanças de vida de 70,2 anos. Já a projeção para o ano de 2030 é de 78,5 anos. Atualmente, a expectativa é de 73,8 anos.

As mulheres devem continuar a viver mais, de acordo com o estudo. Em 2000, as esperanças de vida delas eram de 73,9 anos, as do homem eram de 66,9. A expectativa foi crescendo conforme os anos foram se passando. Em 2010, estudos apontaram que pessoas do sexo feminino viveriam em média 77,6 anos e os do sexo masculino 70,4.Em 2020, as esperanças subirão para 80,2 anos para as mulheres e 73,1 anos para os homens.

No cenário nacional, a expectativa de vida do sul-mato-grossense está na oitava posição. De acordo com o estudo, quem nasce em Santa Catarina tem mais esperanças de vida, 82,3 anos em 2030. O estado é seguido pelo Espírito Santo, com 81,2 anos; São Paulo, 80,9 anos; Rio Grande do Sul e Distrito Federal, com 80,8 anos; Paraná, com 80,5 anos; Minas Gerais, com 80 anos; e Rio de Janeiro com 79,4 anos.

Conforme o IBGE, as esperanças de vida ao nascer, por sexo, foram projetadas utilizandose uma função que, passando pelos valores calculados para 2000 e 2010, convergissem para uma esperança de vida ao nascer. Esse procedimento foi feito separadamente para cada uma das Unidades da Federação, buscando uma convergência regional.

A tábua de mortalidade limite utilizada foi disponibiliza pelo U. S. Bureau of the Census, que reflete o padrão e o nível de mortalidade dos países com maior longevidade do mundo.