Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 2 de Dezembro de 2021

Economia

Usinas priorizam etanol e avaliam efeito da geada nos canaviais de Mato Grosso do Sul

Em movimento oposto, a produção de açúcar caiu 14,80% e alcançou 2,53 milhões de toneladas ante 2,97 milhões de toneladas registradas no mesmo período de 2012.

ABr, EC

12 de Agosto de 2013 - 09:00

Com a demanda aquecida, continua em alta também a produção de etanol na região Centro-Sul, da qual Mato Grosso do Sul faz parte. Na segunda quinzena de julho o volume do álcool automotivo produzido foi 6,84% maior do que o registrado nos quinze dias anteriores, com 1,90 bilhão de litros.

Enquanto isso, as geadas no final de julho registradas nas lavouras de cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul, no sul de São Paulo, e no Paraná, comprometeram o crescimento e a brotação da cana. O impacto desses efeitos climáticos sobre a produção ainda está sendo avaliado.

Com os dados, a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) informou que mais da metade da cana-de-açúcar processada no país foi destinada à produção de etanol. Desse total, 1,01 bilhão de litros foram de etanol hidratado e 888,78 milhões de litros, de etanol anidro, que teve um crescimento de 14,29% sobre o volume produzido em igual período da safra passada.

O mercado de etanol continua aquecido, com alta de 31,23% nas vendas entre as quinzenas avaliadas. Também aumentou, em 20,71%, a comercialização de etanol hidratado, com volume de 663,34 milhões de litros. No mês julho, as vendas alcançaram 1,21 bilhão de litros e superaram em 18,56% as registradas em junho. Em relação a julho do ano passado, houve alta de 31,34%.

“Como os preços do etanol estavam economicamente vantajosos aos consumidores nos principais mercados, era natural esperarmos um avanço no consumo de hidratado”, disse o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues. Segundo ele, não há nenhuma sinalização de mudança nesse quadro.

Em movimento oposto, a produção de açúcar caiu 14,80% e alcançou 2,53 milhões de toneladas ante 2,97 milhões de toneladas registradas no mesmo período de 2012. De janeiro até último dia 1º de agosto, foram fabricados 13,84 milhões de toneladas de açúcar. Já a produção de etanol, no mesmo período, atingiu 11,33 bilhões de litros, dos quais 6,66 bilhões de litros são de etanol hidratado e 4,67 bilhões de litros, de etanol anidro.

Foram processados 44,26 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, com queda de 4,35% em relação à quantidade registrada na mesma quinzena de 2012. No acumulado da atual safra, a moagem está 51,91% acima da do mesmo período do ano passado com um total de 268,76 milhões de toneladas. Porém, ainda está 9,77% abaixo da registada na safra 2010/2011. (Com informações da Agência Brasil)