Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 13 de Junho de 2021

Emprego e Renda

MS já criou mais empregos que em todo 2020 e Reinaldo prevê crescimento do PIB

Campo Grande News

27 de Maio de 2021 - 11:00

MS já criou mais empregos que em todo 2020 e Reinaldo prevê crescimento do PIB
Governador Reinaldo Azambuja (PSDB), durante evento em Três Lagoas (Foto: Chico Ribeiro/Governo estadual)

Durante evento da segunda etapa do programa "Governo Presente", em Três Lagoas, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), destacou criação dos mais de 20 mil empregos neste ano, cuja parcial já supera todo o ano passado. Segundo ele, esses números refletem crescimento de empregos em diversos setores como o da indústria, comércio ou serviços. "Também temos a projeção de ter o maior crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] do País em 2021, o que gera novas oportunidades à população", ressaltou.

Conforme apurou a reportagem, o governo estadual estima que o PIB cresça e ultrapasse 150 milhões em 2024. No ano passado, o índice atingiu 120,1 milhões, ocupando a 7ª posição no Brasil no índice per capita, que considera o total de habitantes. Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o Estado tem saldo de mais de 20 mil vagas empregatícias - que é o resultado entre o total de admissões, subtraindo as demissões.

Esse índice tem apresentado valores positivos desde junho do ano passado, com exceção de dezembro. Em abril deste ano, foram 21.078 admissões empregatícias e 16.769 desligamentos em abril deste ano. Portanto, houve saldo de 4.309 vagas de emprego abertas neste período. O meses de março a maio de 2020 tiveram redução nos postos de trabalho, muito em função dos efeitos do início da pandemia de covid-19.

Governo presente - O evento em Três Lagoas, teve a retomada das reuniões do projeto e o governador deverá encontrar prefeitos de Água Clara, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria.

Na ação, Azambuja citou que Três Lagoas possui obras importantes da gestão estadual, como a construção do Hospital Regional, que segundo ele, deverá ser concluída em 90 dias. "Ainda vamos retomar as conversas com a Petrobras para retomada da UFN3. Três Lagoas tem grande potencial no setor industrial e continua em expansão", completou. Em relação aos demais municípios da região, adiantou que vai ouvir as lideranças de cada cidade para definir os novos investimentos. "Estamos em uma agenda mais restrita, seguindo os protocolos devido a pandemia, mas vamos ouvir os sete municípios e assim definir as prioridades", finalizou.