Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 11 de Agosto de 2022

Esporte

Atrás de Woods e Schumi, "Money" deixa ringues com US$ 700 milhões

Em 19 anos de carreira profissional, americano acumula fortuna impressionante e resolve dar fim ao seu reinado invicto em 49 lutas e com "saúde para usufruir tudo"

GloboEsporte

14 de Setembro de 2015 - 09:21

Saudável, invicto na carreira e ganhando "rios de dinheiro" a cada combate. Floyd Mayweather flertava com a aposentadoria desde que comentou que seu objetivo era igualar o recorde de Rocky Marciano com 49 vitórias. Mas, poucos acreditavam em suas palavras. Para surpresa de todos, o boxeador confirmou esse desejo após vencer facilmente Andre Berto na decisão dos juízes no último sábado, em Las Vegas.

A decisão de "Money" intriga, mas ele sempre foi claro: quer ter saúde para usufruir dos US$ 700 milhões arrecadados na carreira (o valor em reais atualmente ficaria em R$ 2,9 bilhões, mas os valores foram ganhos desde que virou profissional). A conta foi feita pela revista americana Forbes. Mayweather foi boxeador profissional por 19 anos.

Em sua última luta, ganhou US$ 32 milhões. Na anterior, contra Manny Pacquiao, na considerada "Luta do Século", colocou em sua conta nada menos que US$ 300 milhões, inflando seus ganhos como boxeador e ampliando a intenção de se aposentar, já que sempre comentou sobre a necessidade de ter lucidez para aproveitar a vida.

- Do que adianta fazer todo esse dinheiro na carreira e não ter saúde para usufruir disso? Estou saudável, poderia continuar lutando, mas um único golpe pode acabar com o meu cérebro - disse Mayweather durante a semana quando indagado por jornalistas sobre a aposentadoria.

A fortuna arrecadada por Mayweather só é menor do que a feita por dois outros atletas na história. O golfista Tiger Woods, ainda em ação, mas longe dos tempos áureos, fez US$ 1,4 bilhão e o heptacampeão da Fórmula 1, Michael Schumacher, chegou perto de US$ 800 milhões até sua aposentadoria, mas depois chegou a US$ 1 bilhão até o acidente esquiando que o deixou com graves sequelas.

A primeira bolsa de luta de Mayweather acima de US$ 10 milhões veio em 2007, contra Oscar De la Hoya. Além disso, ainda levou US$ 25 milhões do pay per view. A grande quantia de dinheiro veio mesmo, porém, quando ele assinou com a Show Time para seis lutas e tornou-se o atleta mais bem pago da atualidade. Assim, fez US$ 440 milhões em dois anos e meio.

Veja as bolsas de Mayweather de 2006 até a aposentadoria

Carlos Baldomir – US$ 8 milhões
Oscar De La Hoya – US$ 25 milhões
Ricky Hatton – US$ 25 milhões
Juan Manuel Márquez – US$ 25 milhões
Sugar Shane Mosley – US$ 30 milhões
Victor Ortiz – US$ 40 milhões
Miguel Cotto – US$ 40 milhões
Robert Guerrero – US$ 50 milhões
Saul Alvarez – US$ 75 milhões
Marcos Maidana – US$ 40 milhões
Marcos Maidana – US$ 32 milhões
Manny Pacquiao – US$ 300 milhões
Andre Berto - US$ 32 milhões