Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 7 de Maio de 2021

Policial

Acusada de tramar morte do marido no Pará, professora é presa em MS

O ex-marido dela também era professor e não aceitava o fim do relacionamento e constantemente ameaçava Cleonice

Campo Grande News

08 de Fevereiro de 2017 - 09:35

Cleonice Silva de Oliveira, 40, professora em uma escola de ensino fundamental em Ponta Porã, foi presa terça-feira (7) acusada de envolvimento no assassinato do marido na cidade de Xinguara, no Pará. Ela estava com prisão preventiva decretada após deixar de se apresentar à polícia daquele estado para prestar depoimento.

De acordo com o site Porã News, Cleonice é suspeita de participação no crime, cometido por um amigo dela, que seria pistoleiro em Xinguara. A vítima foi enterrada em uma cova rasa pelo próprio pistoleiro, segundo a denúncia.

O ex-marido dela também era professor e não aceitava o fim do relacionamento e constantemente ameaçava Cleonice. Ela nega participação no crime e diz que apenas contou sobre as ameaças do ex-marido ao amigo pistoleiro, que decidiu cometer o crime.

Para a polícia de Xinguara, no entanto, Cleonice participou do crime e depois fugiu para Mato Grosso do Sul e se refugiou em Ponta Porã, onde passou a dar aula na Escola Municipal Cooporã.

Não foram divulgadas informações sobre a data do crime nem o nome da vítima. Xinguara tem 43 mil habitantes e fica a 908 km da capital, Belém.

A professora foi presa por agentes da Polícia Civil de Ponta Porã quando chegava à escola em um Fiesta branco com placa de Dourados. Ela foi levada para a 1ª Delegacia de Polícia da cidade.