Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 19 de Maio de 2022

Policial

Após chacina na fronteira, polícia local pede reforço para caçar assassinos

Policiais civis de cidades próximas se deslocaram para Paranhos para auxiliarem nas investigações e buscas pelos autores

Midiamax

20 de Outubro de 2015 - 07:33

Uma das vítimas da execução que ocorreu em Paranhos, cidade a 466 quilômetros de Campo Grande, morreu no hospital e até o momento são cinco o número de mortos. O crime aconteceu na Rua Marechal Deodoro, Centro de Paranhos.

Policiais civis de cidades próximas se deslocaram para Paranhos para auxiliarem nas investigações e buscas pelos autores. Três pessoas morreram no local, dois morreram após serem levados para atendimento médico e dois continuam internados em estado grave. A polícia já identificou as vítimas.

Bruno Vieira de Oliveira, de 26 anos, Mohamed Youssef Neto, 26, e Rodrigo Silva, de 28 anos morreram no local. Arnaldo Andres Alderete Peralta, 32 e Denis Gustavo Gonçalves, 23, morreram no hospital. Já Anderson Cristiano Betoni de 27 anos e Diego Zacaria Aldetete Peralta de 26 anos estão internados em estado grave.

Homens que estavam em dois veículos, sendo um deles uma Hilux preta, armados com fuzis atiraram contra as sete vítimas que estavam em uma padaria. A Polícia Civil e Militar fazem diligências. De acordo com testemunhas, os autores fugiram para o Paraguai. O crime pode estar relacionado ao tráfico de drogas.