Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Policial

Após incineração de drogas, Polícia faz "varredura" para prender traficantes

Durante abordagem, Anderson Valdez Marques, 20 anos, o “tiquinho”, foi preso por estar com um mandado expedido pela Justiça de Bonito.

Campo Grande News

07 de Outubro de 2013 - 08:48

Um dia após a incineração de 36 toneladas de drogas, na quinta-feira (3), em Campo Grande, a Polícia Civil realizou uma varredura no bairro Tiradentes, com o objetivo de coibir o tráfico de drogas na região. Durante abordagem, Anderson Valdez Marques, 20 anos, o “tiquinho”, foi preso por estar com um mandado expedido pela Justiça de Bonito.

Assim que deflagrada a “Operação Arrastão”, os policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) estiveram na rua da Flauta, onde Anderson foi flagrado. De acordo com a Polícia, “Tiquinho” possui extensa ficha criminal quando adolescente e respondeu a inúmeros atos infracionais por tráfico de drogas, roubo qualificado, dano qualificado, furto e conduzir veículo sem habilitação.

Já adulto Anderson foi preso em flagrante por furto qualificado, sendo colocado em liberdade em março deste ano, por determinação da Justiça. Ele foi levado para uma das celas da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos), onde permanece à disposição da Justiça.

Outros dois usuários também foram liberados, pois estavam em posse de maconha, que totalizou 3,7 gramas e um papelote de pasta base de cocaína. Ambos assinaram um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por portar drogas para consumo pessoal e terão de comparecer ao Juizado Especial Criminal, para receber as medidas educativas determinadas pela Justiça.