Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 22 de Janeiro de 2022

Policial

Assentado castra cachorro sem anestesia e é denunciado na Polícia por maus-tratos

Segundo Osmar, seu cachorro foi até o lote vizinho, onde estava uma cadela no cio. Para evitar o contato entre os animais, o dono da cadela teria feito a castração.

Flávio Paes/Região News

17 de Outubro de 2013 - 14:19

Um assentado do Bafo de Onça, núcleo do Eldorado II foi denunciado na Polícia por maus-tratos contra animais. Ele é acusado de ter castrado  com uma faca, e sem anestesia, o cachorro vira-lata pertencente ao seu vizinho, Osmar Nogueira.

Segundo Osmar seu cachorro foi até o lote vizinho, onde estava uma cadela no cio. Para evitar o contato entre os animais, o dono da cadela teria feito a castração. O cachorro foi levado imediatamente até o veterinário pelo dono.

Ele foi sedado para que o médico veterinário pudesse dar os pontos no local do ferimento. O veterinário informou ainda que se o animal não fosse socorrido certamente morreria por esgotamento devido à hemorragia causada pelo corte.

O caso acabou na Delegacia de Polícia, onde foi registrado boletim de ocorrência contra o autor dos maus tratos contra o animal, que não teve o nome divulgado pela polícia.

Ele responderá conforme o Art. 32 da Lei 9.605, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Segundo informações da polícia, o assentado nega ter castrado o vira-lata.